Ageuniara

Calor excessivo caracteriza Primavera e Horário de Verão em Araraquara

Por: BRENDA SILVA SOARES BENTO

24/10/2017

A primavera começou há um mês e o tempo seco que esteve presente durante o inverno continua predominante e a estimativa é que prevaleça com temperaturas mais altas causando um calor intenso.

Segundo dados do Climatempo (www.climatempo.com.br), não há expectativa de massas polares fortes e não devemos ter eventos de frio atípico, como ocorreu na Primavera do ano passado. As temperaturas mais elevadas podem gerar desconforto e mal-estar e por esses motivos é importante o cuidado com a saúde para, inclusive, evitar as doenças típicas deste período.

Além da mudança de temperatura, é comum o surgimento de doenças relacionadas com o clima e com o desabrochar e a polinização das flores, dentre elas:  conjuntivite, rinite alérgica, catapora, dengue, sarampo, rubéola e alergias em geral, com alerta para gripes e resfriados, ressecamento da pele e proliferação de mosquitos, que também são comuns nesse período.

A bióloga Magda Viviane Yamada, de Araraquara (SP), explica que as flores, ao desabrocharem, liberam pólen, o que pode causar alergia em pessoas mais sensíveis e, além disso, o tempo seco e a poluição acarretam diversas doenças respiratórias. “O desconforto do calor excessivo pode ser evitado através da hidratação constante e da utilização de umidificadores para hidratar as narinas”, afirma.

No último dia 15/10 começou o Horário de Verão, quando os relógios foram adiantados em 1 hora em 10 estados, inclusive no Distrito Federal, valendo para as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste do país, com o objetivo de evitar o sobrecarregamento do sistema elétrico, incentivando o uso consciente de energia.

A atendente de telemarketing, Selma Alves, gosta bastante desse período do ano, pois ela fica com mais disposição e o dia rende mais.

Por outro lado, o estudante de administração pública, João Pedro Vieira Dias, detesta o Horário de Verão, que, segundo ele, desregula o seu relógio biológico, pois, por estudar no período noturno e trabalhar de madrugada, não está acostumado com a exposição excessiva ao sol, como ocorre nesse período. “É um período incômodo, visto que você já sai do banho suando”, afirma.

O Horário de Verão termina no dia 17 de Fevereiro de 2018. 

Publicada em 24/10/2017 às 21h11.

 



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/