mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Notícias

A realidade social e o Covid-19

Publicado em: 23/03/2020

“Atualmente temos a ciência de que a desigualdade social é crescente, e devido à pandemia do Covid-19, tais índices tornam-se ainda maiores”, afirma a coordenadora do curso de Serviço Social da Universidade de Araraquara – Uniara, Natalia Ferrari Vedroni, que contextualiza algumas problemáticas enfrentadas pela população sobre as atuais circunstâncias relacionadas ao novo coronavírus.

“Vivemos em um cenário que jamais imaginávamos, onde certamente teremos impactos sociais que se estenderão por muito tempo, e todos serão afetados, direta ou indiretamente. Nós, do serviço social, trabalhamos com a chamada questão social, que consiste no conjunto das desigualdades ocorridas a fatores ligados à má distribuição de renda e recursos, à falta de investimentos nas áreas sociais, na educação e na saúde, o que limita o acesso da população a serviços básicos como a própria saúde, segurança, saneamento etc. E o pior: tais índices são crescentes”, explica a docente.

Ela alerta que, “embora enfrentemos uma luta diária em busca de maiores garantias individuais e coletivas, com essa pandemia, as pessoas que vivem em situações mais vulneráveis - falta de recursos mínimos - sofrerão grandes impactos, pois não têm acesso a medidas preventivas, sendo que muitas relatam que sequer possuem água em suas residências, o que pode aumentar ainda mais a contaminação”.

Um dado mencionado pela professora é que, “de acordo com estimativas realizadas em países europeus, atingiremos o pico da infecção na metade de abril, e parte significativa da contaminação ocorrerá nesta semana, pois as pessoas que estão com resultados positivos no momento foram contaminadas há catorze dias”. “Sendo assim, para evitar um colapso na saúde - o que restringiria o acesso da população a esse serviço -, é essencial implantar políticas efetivas de combate ao Covid-19 em todos os níveis sociais”, completa.

Outra questão citada por Natalia diz respeito à consciência coletiva no momento das compras em supermercados e farmácias. “É perceptível que determinadas situações podem gerar pânico, porém, serviços essenciais permanecerão em funcionamento e muitas pessoas não têm recursos financeiros para realizarem grandes compras. Sendo assim, é essencial praticar a empatia nesses momentos e realizar compras conscientes”, ressalta.

O amor ao próximo, portanto, deve ser colocado em prática mais do que nunca, de acordo com a coordenadora. “Vemos diariamente pessoas e autoridades solidárias com as causas sociais e que estão destinando abrigos a moradores de rua ou organizando-se na distribuição de álcool em gel, por exemplo, o que é muito válido. No entanto, é necessário expandir tais ações e articular os mais diversos setores, como assistência, saúde, educação e engenharias, entre outros, para atuar de forma efetiva no combate a essa pandemia, para que ações sejam traçadas e planejadas visando a essa população, que vive fragilizada e está suscetível à contaminação”, diz.

Além das autoridades, “também é possível ver diversas ações partindo de voluntários da sociedade, que se sensibilizam com as causas sociais, e em gestos de empatia, que proporcionam apoio ao próximo, com o objetivo principal de evitar que o vírus se espalhe”. “É importante, neste momento, planejarmos também nossas rotinas, nos conectarmos a coisas boas e nos atentarmos as notícias falsas que se propagam e podem aumentar a ansiedade. Embora seja um momento repleto de desafios, também é necessário manter o espírito de união entre as pessoas, para que possam reduzir os danos sociais e também manter nosso sistema de saúde ativo, já que ele faz a diferença na vida da população”, enfatiza Natalia.

Seguir as recomendações do Ministério da Saúde e demais autoridades quando estimulam o isolamento social, é fundamental, segundo a coordenadora. “Todos devem permanecer em suas casas, pois este momento é crucial para se reduzir danos futuros”, finaliza.

Informações sobre o curso de Serviço Social da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo e-mail servicosocial@uniara.com.br.



Últimas notícias:

Busca

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /