mostrar mensagem ]

Comunicado aos alunos de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia (COVID-19) - 02/04/2020

Prezados alunos,

Informamos aos alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia que estão abertos os cadastros para alunos que queiram participar da ação estratégica “O Brasil conta Comigo”. O edital recruta interessados em contribuírem com o Brasil nesse momento, de maneira regulamentada nos instrumentos legais.

O aluno que tiver interesse em se inscrever (e que for selecionado), terá vários benefícios pedagógicos descritos nas portarias do MEC e do Ministério da Saúde. Ademais, haverá remuneração oferecida pelo Ministério da Saúde para os selecionados.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Informações oficiais (COVID-19) - 02/04/2020

Prezados alunos,

Estão circulando na internet imagens falsas de um comunicado em nome da Uniara. Para certificar-se de que uma mensagem é verdadeira, acesse diretamente de seu computador nosso site através do endereço https://www.uniara.com.br/.

Os comunicados oficiais da instituição serão sempre publicados em nosso site.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicado: Prorrogação da suspensão das aulas (COVID-19) - 26/03/2020

A Reitoria desta Universidade resolve:

Renovar a suspensão de todas as atividades teóricas e práticas dos cursos presenciais, estendendo-a para até o dia 11 de abril de 2020, com exceção do Internato do Curso de Medicina, Módulo 12, pois, a pedido do Ministro da Saúde tais estudantes deverão estar em prontidão.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicado: Orientação do Procon referente a mensalidade de escolas (COVID-19) - 21/03/2020

Prezados alunos,

Procon orienta que mensalidade de escolas sejam pagas mesmo durante suspensão das aulas por causa do coronavírus.

Clique aqui e confira a reportagem na integra.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicado - Suspensão das atividades do internato médico (COVID-19) - 19/03/2020

A Reitoria desta Universidade resolve:

1. Suspender todas as atividades do Internato Médico dos Módulos 9, 10 e 11, por 10 (dez) dias prorrogáveis, a partir de segunda-feira dia 23/03/2020, com plano de reposição para cada dia letivo.

2. Manter as atividades do Internato do Módulo 12, recomendando que os internos possam ser recrutados para áreas de maiores demandas dentro ou fora do Hospital de Ensino, se assim for necessário.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Nota sobre atividades domiciliares (COVID-19) - 17/03/2020

Em virtude da excepcional suspensão temporária das aulas, serão apresentadas aos estudantes atividades pedagógicas em regime especial de exercícios domiciliares, que permitirão a continuidade das atividades acadêmicas, fundamentados em determinações do MEC para esse momento.

Portanto, a partir da próxima semana, cada Coordenador de Curso enviará a seus alunos todas as informações necessárias à implementação das atividades domiciliares.

Clique aqui e leia na íntegra a nota oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicado Urgente - Suspensão das aulas (COVID-19) - 16/03/2020

O posicionamento da Uniara frente às medidas preventivas sobre a pandemia COVID-19 está baseado nas evidências que nos vem sendo trazidas pelos órgãos de controle de saúde governamentais. As autoridades da Saúde preconizam que a suspensão de atividades coletivas é a melhor alternativa para “achatar” a curva epidemiológica da contaminação.

Assim sendo, a Uniara informa que todas as atividades teóricas e práticas dos cursos presenciais estão suspensas do dia 16/03/2020 ao dia 28/03/2020, com exceção dos estágios do 4º ano do Curso de Enfermagem e o Internato do Curso de Medicina, pois, tais profissionais, a pedido do Ministro da Saúde, deverão estar em prontidão.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Notícias

Dia Internacional do Combate ao Câncer Infantil: zelo e diagnóstico precoce

Publicado em: 12/02/2020

Este sábado, dia 15 de fevereiro, é lembrado como o Dia Internacional do Combate ao Câncer Infantil, uma questão delicada que envolve um zelo maior em relação a essas crianças. A professora do curso de Medicina da Universidade de Araraquara - Uniara, Larissa Bueno Polis Moreira, aborda a questão e lembra que o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura.

“O Instituto Nacional de Câncer - INCA estima aproximadamente 12.500 casos novos ao ano de câncer na população pediátrica - zero a dezenove anos - no país, o que equivale a aproximadamente 3% dos casos de câncer na população, excluindo os cânceres de pele não melanoma. É a primeira causa de óbito por doença na faixa etária de cinco a dezenove anos no Brasil. Dados de 2016 mostraram 2.840 óbitos em crianças e adolescentes por câncer”, relata a docente.

Ela comenta que, “no mundo, a proporção é semelhante: 2% a 3% dos casos de câncer atingem a população infantil, estimando-se aproximadamente 160.000 casos ao ano”.

O tipo mais comum na população pediátrica, de acordo com a professora, é a leucemia aguda. “Corresponde a 30% de todas as neoplasias infantis. O tipo de leucemia nessa faixa etária mais frequente é a linfoide aguda, que pode ocorrer em todas as idades, mas 60% de todos os casos ocorrem na população pediátrica, com um pico de incidência nas crianças de dois a cinco anos. Em seguida, os linfomas e os tumores de sistema nervoso central ocupam o segundo e terceiro lugares no nosso país”, detalha Larissa.

Em oncologia pediátrica, não se fala em prevenção, “pois os tumores não estão relacionados com hábitos de vida como na população adulta”. “Falamos em diagnóstico precoce. Existem sinais e sintomas que alertam os médicos que acompanham as crianças para suspeitarem e investigarem, como febre de origem indeterminada, manchas roxas pelo corpo, dor de cabeça progressiva, perda de peso, aumento do volume abdominal e presença de caroços endurecidos no pescoço. Quando as crianças chegam a um serviço de referência em oncologia pediátrica, nas fases iniciais da doença, maiores são as chances de cura”, ressalta a docente.

Em relação aos avanços na busca pela cura do câncer, ela menciona que “saímos de uma curva de sobrevida inferior a 10% nos casos de leucemias agudas da infância, nos anos setenta, para uma sobrevida nos dias atuais de aproximadamente 80%”. “A intensificação das quimioterapias, o maior conhecimento da doença e a possibilidade de transplante de medula óssea, nos casos com indicação, possibilitaram esse aumento nas chances de cura. Hoje, as taxas de cura geral dos cânceres pediátricos são em torno de 70%, sendo que o surgimento de novas modalidades terapêuticas como anticorpos monoclonais e novos protocolos de tratamento têm aumentado as chances de cura em diversos tipos de tumores pediátricos”, destaca.

Os tratamentos são fundamentais, mas quando se trata de jovens pacientes, o cuidado deve ser ainda maior. “É muito importante, no tratamento das crianças, a presença dos voluntários palhaços, que levam alegria a elas e seus acompanhantes, fazendo-as esquecerem um pouco do ambiente hospitalar, do tratamento intenso da doença e dos efeitos colaterais do tratamento”, diz Larissa.

Ela reforça que “é muito importante pensarmos em reduzir ao máximo os efeitos tardios do tratamento”. “Temos tumores dos quais a curva de sobrevida é superior a 90% quando diagnosticados e tratados em fases iniciais, enquanto quando chegam com doença avançada, as chances de cura são inferiores a 30%”, alerta.

Já com o diagnóstico precoce, “podemos diminuir a intensidade do tratamento, causando menos efeitos colaterais e tardios”. “É importante lembrar que estamos tratando uma população que, quando curada, terá muitos anos de vida pela frente: muitas crianças ainda passarão pela adolescência, pela faculdade, arrumarão empregos e formarão famílias”, finaliza Larissa.

Informações sobre o curso de Medicina da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.



Últimas notícias:

Busca

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /