[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Universidade de Araraquara - Uniara comunica que o início das aulas para os calouros dos cursos de Graduação Presencial será no dia 02 de março.

Atenciosamente,

Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Notícias

Estudo de Odontologia da Uniara avalia impacto de fatores clínicos, funcionais e sociais na qualidade de vida relacionada à saúde bucal de crianças

Publicado em: 15/01/2020

O trabalho das formandas do curso de Odontologia da Universidade de Araraquara – Uniara, Gabrielle Dovigo e Marília Narducci Pessoa, intitulado “Estudo da cárie e da má oclusão e sua relação com a presença de hábitos, qualidade de vida e variáveis comportamentais e sociais em escolares de 5 anos de Araraquara” e desenvolvido com a colaboração das professoras da Uniararas, Patrícia Rafaela dos Santos e Silvia Amélia Scudeler Vedovello, foi um dos premiados pela relevância social do tema no XIV Congresso de Iniciação Cientifica – CIC da Uniara, evento realizado em novembro de 2019, nas unidades I e IV da universidade.

“A cárie dentária e a má oclusão são de etiologia multifatorial e atingem grande parte da população, podendo impactar a qualidade de vida. Portanto, o estudo, já finalizado, teve o objetivo de avaliar o impacto de fatores clínicos, funcionais e sociais na qualidade de vida relacionada à saúde bucal de crianças e suas famílias”, explicam Gabrielle e Marília.

Elas contam que a amostra para o projeto consistiu de 753 crianças de cinco anos matriculadas nas escolas públicas da cidade. “Foram entregues aos responsáveis o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido – TCLE, em que o responsável autoriza o(a) filho(a) a participar da pesquisa, o Termo de Assentimento – TA, feito de forma lúdica para que a criança entenda o que vai acontecer com ela durante a pesquisa, e questionários a respeito de hábitos deletérios - sucção de dedo e/ou chupeta, alergias, traumas, bruxismo -, qualidade de vida e questões socioeconômicas”, relatam.

Após todos os documentos serem devolvidos assinados pelos pais aos pesquisadores, “foram realizados exames bucais para avaliar a cárie dentária e a má oclusão - problemas de mordida - da criança”. “Todos os dados coletados foram analisados estatisticamente e associados com os questionários aplicados, e concluiu-se que a prevalência de dentes cariados, indicados para extração ou obturados, é alta, assim como a prevalência de má oclusão. Os hábitos investigados e o nível socioeconômico parecem estar mais associados com índice de cárie do que com a má oclusão”, detalham as estudantes.

Em relação ao impacto na qualidade de vida, Gabrielle e Marília mencionam que o índice de cárie, o nível socioeconômico e a presença de trauma “foram variáveis preditoras do impacto na qualidade de vida em todos os seus aspectos - criança, família e geral”. “Ou seja, levantamentos epidemiológicos de base populacional e grande relevância social, como o presente estudo, podem gerar fortalecimento da atenção à saúde bucal. Sendo assim, mais trabalhos como esse devem ser realizados para contribuírem na identificação do impacto negativo da qualidade de vida relacionado a problemas de origem bucal”, destacam.

O estudo, contemplado pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC/CNPq da Uniara, foi orientado pela docente Eloisa Marcantonio. “O projeto foi desenvolvido em parceria com a Uniararas, por Gabriele e Marília, para a conclusão do curso. Foi uma pesquisa de campo, sendo que o tema tem muita relevância, pois retrata a quantidade de cárie e de má oclusão de crianças na fase de dentição decídua. Esses dados são importantes para que medidas preventivas e interceptivas possam ser adotadas no sentido de melhorarem a condição bucal dessas crianças de forma geral”, ressalta.

Ela menciona que “esse tipo de estudo epidemiológico é bastante trabalhoso, pois envolve um número grande de participantes, além de várias escolas a serem visitadas, e demanda um tempo longo para ser concluído”. “Essas alunas fizeram todo o trabalho e se destacaram tanto na parte experimental propriamente dita quanto na desenvoltura dos problemas que enfrentaram ao longo do caminho. Mostraram-se firmes e competentes, e demostraram muito conhecimento na fase de exames clínicos, bem como na interpretação dos dados. Com certeza a iniciação científica faz com que alunos de graduação se destaquem e aprendam a se encantar com o mundo da pesquisa”, finaliza a docente.

Informações sobre o curso de Odontologia da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /