[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Notícias

Aluna de Medicina Veterinária da Uniara realiza pesquisa sobre biocurativos de biocelulose sustentáveis para aplicação médica e veterinária

Publicado em: 16/07/2019

A aluna do quarto semestre do curso de Medicina Veterinária da Universidade de Araraquara – Uniara, Merielen Silva Albuquerque, desenvolve a pesquisa “Biocurativos de biocelulose contendo corticoide para aplicação médica e veterinária” com o Grupo de Pesquisa em Biopolímeros e Biomateriais - BioPolMat, por meio do Programa de Iniciação Científica em Biotecnologia – PICBiotec da instituição.

De acordo com ela, “a pesquisa a ser desenvolvida trata-se do cultivo de membranas de biocelulose com a incorporação de corticoide triancinolona para aplicação médica e veterinária”. “A produção do curativo proposto é sustentável, pois utiliza somente matérias primas naturais de fontes renováveis, ao contrário dos produtos usuais, obtidos a partir de matérias primas derivadas de petróleo. Ademais, trata-se de um produto ambientalmente correto, já que é totalmente biodegradável, inerte e atóxico”, ressalta.

A estudante explica que “a biocelulose consiste em um biopolímero natural - sintetizado por bactérias - que apresenta biocompatibilidade e elevada resistência mecânica”. “Ela surge como uma matriz viável para auxiliar o tratamento de lesões dérmicas, sendo utilizada como substituto temporário de pele, queimaduras, úlceras e enxertos. Com a adição do corticoide, é provocado o efeito sinérgico, promovendo superiores resultados, já que a biocelulose atua como barreira física, impedindo a contaminação por bactérias maléficas”, completa.

Segundo Merielen, “o biocurativo poderá também ser utilizado no controle da formação precoce de tecido granulomatoso exuberante (TGE) em feridas de membros distais de equinos que cicatrizam por segunda intenção”. “A inovação proposta pela pesquisa consiste na confecção de um curativo de uso tópico com efeito sinérgico entre a membrana de biocelulose (matriz) e a triancinolona, resultando em um compósito não descrito até o momento na literatura científica e nem disponível no mercado”, observa.

O docente do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia – PPGB, do qual o Grupo BioPolMat faz parte, e orientador do trabalho, Hernane da Silva Barud, conta que a pesquisa conta com a coorientação da professora da Faculdade de Medicina Veterinária da Unesp de Araçatuba, Flávia de Almeida Lucas.

“A ideia do trabalho nasceu com a professora Flávia, porque a celulose bacteriana, microbiana ou biocelulose, já vem sendo utilizada no tratamento de feridas crônicas em humanos, porém só há alguns trabalhos na literatura que descrevem o uso em aninais. Embora pouco tem sido explorado no tratamento de equinos – que hoje são considerados como pets também –, que sofrem ferimentos e tem o problema da ‘cicatrização hipertrófica’, que é, por exemplo, como a formação de um queloide em humanos”, explica o docente.

Barud conta que “a ideia foi utilizar a celulose bacteriana, nesse caso, não só a celulose pura, mas associada ao composto corticoide, para poder tentar diminuir essa cicatrização hipertrófica. Então, a ideia é produzir curativos que sejam utilizados, inicialmente em cavalos, mas que possam ser expandidos para os humanos futuramente”.

Sobre ser bolsista pelo PICBiotec, Merielen afirma que “a bolsa proporciona o apoio e estímulo às pesquisas, gerando condições de ser uma pesquisadora iniciante”. “É de extrema importância o desenvolvimento da pesquisa, pois assim também é adquirida uma visão crítica e maior responsabilidade”, finaliza.

Mais informações sobre o Programa de Iniciação Científica em Biotecnologia – PicBiotec da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br/picbiotec. Detalhes sobre o curso de Medicina Veterinária estão disponíveis no link www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /