Notícias

Palestra que aborda debate sobre morte na infância e adolescência abre a XVII Semana de Psicologia da Uniara

Publicado em: 18/06/2019

A palestra “Os sentidos do viver e do morrer na infância e adolescência”, ministrada pelo psicólogo Nichollas Martins Areco, abriu a “XVII Semana de Psicologia” da Universidade de Araraquara – Uniara, nesta segunda-feira, dia 17 de junho, na unidade I da instituição. O evento termina nesta quarta, dia 19, na unidade I da instituição.

“Há um tabu em relação a conversar sobre morte e finitude, e a ideia foi colocar por que é tão difícil falar e refletir sobre o assunto nessa faixa etária – crianças, adolescentes e jovens -, e como nós, profissionais, ou aqueles que estão se habilitando a isso, podem trabalhar a questão em todos os contextos, preparando-se para que haja um progresso natural em alguns momentos da finitude, mas que também seja possível conversar sobre a morte social, como o suicídio, por exemplo, ou outros processos envolvidos”, explica o convidado.

Ele comenta que, para se começar uma abertura ao debate sobre o assunto, a primeira dica é tentar identificar o que cada um pensa sobre a morte. “Antes de eu falar com alguém sobre isso, o que penso? Como eu me sinto? Quais são minhas experiências de vida? A morte não é só de pessoas, mas também de situações – encerramento de ciclos de relacionamentos, ciclos profissionais etc - a partir do momento em que criamos essa consciência, e com a compreensão do que temos medo”, aponta.

A morte não é só o fim da vida, e o fim da vida também é uma etapa do desenvolvimento e uma transição de ciclos, de acordo com Areco. “É o primeiro ponto para qualquer um que queira trabalhar com o tema”, diz.

A coordenadora do curso, Simoni de Cássia Haddad Penteado, ficou satisfeita ao constatar o auditório principal da Uniara lotado. “É uma grande alegria tê-los conosco, principalmente em um momento em que precisamos de uma juventude refletindo sobre a vida, sobre os problemas do nosso país e sobre as necessidades que temos observado. Estamos na décima sétima edição e, a cada ano, é sempre muito gostoso poder encontrar as pessoas com quem convivemos, de uma maneira diferente, e poder conversar. É um momento que achamos muito significativo”, comenta.

A intenção do evento, segundo a docente, é “debater os assuntos abordados, de modo que possamos sair com mais ideias e instrumentalização, e termos nosso repertório ampliado tanto teórica quanto tecnicamente, já que aprendemos conhecendo a experiência do outro”.

Informações sobre a graduação de Psicologia da Uniara podem ser obtidas pelo endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /