Notícias

Uniara e Prefeitura promovem o Fórum Interconselhos de Araraquara 2018

Publicado em: 25/09/2018

A Universidade de Araraquara – Uniara promoveu o “Fórum Interconselhos de Araraquara 2018”, em parceria com a Prefeitura Municipal, nesta segunda-feira, dia 24 de setembro, no auditório principal da universidade. Na ocasião, a Uniara fez o lançamento oficial do curso de Serviço Social nas modalidades presencial e a distância.

Representando o reitor da Uniara, professor doutor Luiz Felipe Cabral Mauro, a chefe do Departamento de Ciências Humanas e Sociais – CHS da Uniara, Eduarda Escila Ferreira Lopes, agradeceu a presença de todos e a parceria com a Prefeitura na promoção do fórum. “É uma honra tê-los nesse evento e no lançamento do nosso curso, que vem sendo pesquisado pela Uniara há muito tempo. É um projeto do nosso plano de desenvolvimento e, neste momento, com indicadores sobre a importância dessa graduação no mercado, pudemos lançá-la”, disse.

O prefeito Edinho Silva agradeceu a Uniara, “grande parceira em diversas políticas públicas e na organização de vários debates importantes”. “Parabenizo a universidade pela iniciativa de criação do curso de Serviço Social e penso que é uma feliz iniciativa. A assistência social passa a ser uma política pública estruturante e, portanto, faz parte, juntamente com o desenvolvimento social, da estruturação das políticas públicas no município, no governo de estado e na União. O profissional da assistência social é fundamental, muito importante para que a rede funcione”, afirmou.

No fórum, ele detalhou a função dos conselhos. “Temos, em Araraquara, 27 conselhos – Mulheres, Pessoas com Deficiência, Afrodescententes, LGBTs, Jovens, Meio Ambiente, Saúde, Educação, Assistência, Segurança etc - e uma comissão de Direitos Humanos. O papel de cada um é fiscalizar aquilo que está sendo desenvolvido em cada área. Para isso, existem dois pilares na construção de um modelo de gestão democrático: um é a participação popular na definição das prioridades orçamentárias. O outro são os conselhos, que fiscalizam aquilo que tem sido implementado. Eles respondem para a sociedade por meio da implantação de um plano municipal debatido em uma conferência. Portanto, toda a comunidade é chamada para debater. Os conselhos existem como órgãos representativos da vontade da população”, reforçou.

Na sequência, a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social e, no ato, representante do Terceiro Setor, Marcia Regina Tolino Pizzone, quis registrar “esse marco histórico no município de Araraquara”. “As políticas públicas se iniciaram na cidade no ano de 2001 e, a partir de então, elas se consolidaram, cada vez mais planejadas”, ressaltou.

Por sua vez, o Diretor Regional de Assistência Social, Leandro Severo, elogiou a organização do fórum, “uma ideia maravilhosa, que deveria ser seguida por gestores públicos de nosso país”, e o lançamento dos cursos de Serviço Social da Uniara. “São duas iniciativas – cada uma no seu campo – que têm um mesmo sentido: um profundo compromisso social e de articular uma nova forma de organizar a sociedade. Acho muito relevante uma graduação como essa e tenho certeza, conhecendo os profissionais que as dirigem, que irão cumprir um importante papel no nosso município e no país”, declarou.

A coordenadora do curso presencial, Inayá Bittencourt e Silva, detalhou que a criação do curso “atende a uma antiga reivindicação da região, e a Uniara, ao tomar a iniciativa de criá-lo, assumiu a possibilidade de buscar uma solução adequada na eventualidade de surgirem problemas de segurança social enfrentados pela sociedade e momentos de instabilidade social, política e pública”.

“O lançamento se deve à ideia de poder contribuir para o fortalecimento da articulação de diferentes autores com as três esferas do governo. Ao possibilitar a capacidade técnico-cooperativa e técnico-política do assistente social, aliada à formação de sua consciência crítica, a graduação criada possibilita a discussão e o debate em torno da garantia dos direitos sociais no âmbito dos conselhos e das demais políticas públicas, condição essa que se estabelecerá pelo estreito relacionamento com o curso”, completou a docente.

Ela mencionou que a carreira do assistente social “se direciona para orientação das parcelas da população que se encontram em situação de fragilidade social, precisando de orientações e indicações de como superar as dificuldades relativas a condições de saúde, de alimentação, moradia, segurança e demais necessidades”. “É nessa direção que o profissional formado pela Uniara atuará, esclarecendo e indicando os caminhos estabelecidos para a superação de tais adversidades”, comentou.

 

Serviço Social

“O foco dos cursos da Uniara é fazer com que o egresso saiba discutir e organizar políticas públicas. Acredito que o futuro do serviço social é esse: trabalhar para a construção de mais políticas públicas e para o fortalecimento da população nas tomadas de decisão do estado”, finaliza o coordenador da graduação a distância, Alexandre Pierini.

Mais detalhes sobre os cursos de Serviço Social presencial e a distância da instituição podem ser obtidos nos links https://goo.gl/57NyrL, https://goo.gl/sG842K (presencial) e https://goo.gl/YGFPUw (a distância), ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /