Ageuniara

Vestibulandos se preparam para etapa de provas

Por: RODOLPHO HENRIQUE CARDOSO

14/09/2016

Os exames públicos e privados de adesão ao ensino superior estão chegando e aqueles que pretendem prestar tais provas já estão se preparando. O  Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), principal meio de entrada para o sistema do Sistema de Seleção Unificado (SISU), que utiliza a nota da prova para encaminhar candidatos à vagas que queiram disputar em universidades públicas, tem data marcada para novembro de 2016, assim como a FUVEST, prova da Universidade de São Paulo (USP). No mês anterior, em outubro, já existe data marcada para o vestibular da Universidade do Estado de São Paulo (UNESP) e várias outras.

Quem se prepara para o vestibular este ano já está consciente de suas técnicas e meios que facilitam o estudo e/ou o entendimento de disciplinas essenciais para uma boa pontuação, incluindo a redação.

É o caso da estudante matonense, Daniele Bononi, 17, que irá prestar o vestibular pela primeira vez. O único contato da jovem com estes tipos de avaliações foi em 2015, como treineiro no ENEM.

Daniele diz que está se preparando através dos estudos na escola e em casa. "Estou muito ansiosa e sei que as provas serão dificeis, mas estou confiante em passar", afirma.

Enquanto alguns encaram pela primeira vez a etapa de provas, alguns já mais experientes retomam a rotina de estudos para mais uma etapa de exames. Bianca Reis, 19, já passou nos exames da UNESP e da Faculdade Técnica de Taquaritinga (FATEC), nos cursos de Pedagogia e Agronegócio, respectivamente.

A veterana diz que estuda, no mínimo, duas vezes por semana e que procura manter o foco em disciplinas que tem melhor domínio. Sobre suas expectativas, diz: "São as melhores possíveis. Não é o primeiro vestibular que presto. Já tenho uma boa noção de como é e estou bem tranquila quanto a isso."

Bianca ainda dá uma dica para quem pretende prestar o vestibular: "sempre manter a calma e começar a prova respondendo às questões da disciplina que você tem mais facilidade de entendimento".

A Coordenadora Pedagógica, Maria Paula Cavichioli, da E.E. "José Inocêncio da Costa", Matão (SP), fala sobre o papel da escola e como ela pode ajudar o aluno vestibulando: "A escola pode oferecer subsidios para que o aluno fique seguro, como por exemplo, enfocar possíveis temas a serem abordados nas redações. O estudante deve ter uma visão abrangente de todas as disciplinas. A escola é parceira, mas não a única responsável pelo sucesso do aluno".

Maria Paula diz ainda que "mindfullness"(uma nova técnica contra stress, ansiedade e depressão) e meditação são técnicas que podem ajudar o vestibulando a diminuir a ansiedade antes e durante a prova. A Coordenadora comenta sobre os meios de se obter uma boa pontuação: "Não há um meio único. Há um conjunto relevante, que é: participação nas aulas, estudos diários, muito foco e persistência", finaliza.

Publicada em 14/09/2016 às 21h10.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/