mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Alimentação é um dos requisitos para o crescimento das crianças

Por: JÉSSICA KAROLINE BONINE DOS SANTOS

14/10/2015

A alimentação é um dos requisitos para um crescimento contínuo e para a vida saudável de uma criança. Essa etapa começa a partir da amamentação do recém-nascido (que dura em média até os 2 anos ou mais) e continua na introdução de novos alimentos em sua nutrição.
É importante que os pais mostrem aos filhos o que é o consumo de verduras, legumes, frutas, folhas, cereais, grãos, carboidratos, proteínas, fibras, gorduras e, principalmente, a ingestão de água. Todos esses elementos, combinados de maneira balanceada, conferem um excelente rendimento para a maturidade física e psicológica da criança.
Para que a criança se alimente adequadamente, seguindo um horário controlado e um cardápio equilibrado, é preciso bastante paciência. 
"A comida não deve ser encarada pela criança como um prêmio ou castigo. Vá oferecendo legumes e verduras aos poucos; Podemos disponibilizar guloseimas e outros alimentos calóricos como premiação para um bom comportamento. De acordo com alguma atitude ou conduta desfavorável da criança, ao comer, castigá-la ao proibir o consumo de algum alimento que ela goste. Não permitir que a criança consuma doces, bolos, bebidas gasosas e açucaradas, diariamente",  cita o Pediatra Dr. Luiz Carlos da Silveira, de Matão (SP).
De acordo com ele, comer muito tarde atrapalha o sono das crianças."Isso pode acontecer porque a refeição demora para ser digerida e o organismo realiza a digestão mais lentamente",explica. Ele também ressalta que o consumo de frutas com casca é importante. "Dê preferência para frutas com casca que fornecem a seu filho uma ótima fonte de fibras". 
No que se refere ao consumo de doces e refrigerantes pelas crianças, o Pediatra aconselha:  "Dê no máximo três porções desses alimentos por semana para seu filho". 
Ele também comenta sobre o consumo de café pelas crianças. "O consumo deve ser feito moderadamente e evitado para crianças agitadas. Dê preferência para pequenas quantidades diluídas com o leite",completa.
O famoso fast-food  a cada dia, ganha mais e mais adeptos mirins. Entretanto, um dos fatores que propiciam uma obesidade precoce é o consumo desenfreado de alimentos industrializados servidos pelas principais lanchonetes do país. "O hambúrguer e a batata frita são campeões nesse sentido, estando presentes nos principais cardápios desses estabelecimentos.O consumo de fast-food deve ser controlado, mas não proibido. Como a maioria é pobre em fibras, vitaminas e minerais, os nutricionistas recomendam o consumo de uma ou duas vezes por mês. Quando ingeridos, não devem ser encarados como lanches da tarde, e sim como uma refeição completa, pois os índices calóricos são altos", observa.
Para ele, é importante lidar com as vontades da criança sem prejudicar sua saúde. "Deixe para ofertar esses pratos o mais tarde possível e faça trocas saudáveis como a carne frita pela grelhada, o frango empanado pela batata frita e os refrigerantes pelos sucos concentrados.Devem consumir diariamente frutas, verduras e legumes. Sempre inclua grupos alimentares como frutas, leites e derivados, carnes e hortaliças. Acostume seu filho a comer alimentos ricos em cálcio para melhorar a massa óssea", finaliza Silveira.

Publicada em 14/10/2015 às 20h46.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/