Ageuniara

Das quadras para a passarela:modelo conta como foi participar do Miss São Paulo

Por: JULIANE APARECIDA MIRANDA

03/06/2015

Aos 20 anos, Natasha Gallinari Holzhausen, teve o privilégio de participar do Miss São Paulo Universo 2015 , representando Presidente Pudente (SP). Nascida em Nova Europa (SP), a jovem mudou-se para Presidente Prudente há um ano, pois representava a cidade no campeonato Paulista de voleibol e também como Miss Turismo, onde alcançou a primeira colocação e a chance de representar a cidade de Presidente Prudente no concurso estadual Miss Universo São Paulo.

“Eu sempre achei lindas as misses e o fato de defenderem ideiais humanitários; é de se admirar mulheres bonitas, de boa postura, que fazem presença e com ideais dignos. Elas inspiram amadurecimento de meninas e às demais pessoas em serem seres melhores. Eu sempre busquei fazer a diferença, encontrei no título de Miss essa oportunidade, sendo então um sonho construído à medida que eu conhecia e entendia melhor o significado de ser Miss”, destaca Natasha.

A bela jovem infelizmente não conseguiu a coroa para seguir adiante no concurso, mas destaca que pretende voltar a concorrer em concursos como este estando mais preparada, e tem continuado a carreira de modelo, até porque o concurso e toda a divulgação de imagem envolvida cresceram bastante nessa área.

Natasha afirma, ainda, que, no momento, está focada a fazer toda a diferença com time de voleibol, treinando forte e se preparando para o campeonato, assim como o restante do seu time. Conciliando então, a carreira de modelo à de atleta, diz sempre estar contando com a boa organização de seu agente, e a flexibilidade do seu técnico com o apoio das companheiras de time, o que tem sido essenciais para seu sucesso e bom desempenho.

 “Aproveitar bem essas oportunidades pode ser algo gratificante para minha vida, e de uma evolução pessoal única. Uma vez minha mãe me disse que havia criado seus filhos para eles fazerem a diferença, fazerem o bem as demais pessoas, e que no momento disse estar muito orgulhosa de mim, pois eu estava conseguindo fazer isso. Para a minha vida, eu só quero continuar a fazer isso. E serei cada vez mais feliz se eu conseguir levar comigo cada vez mais pessoas, inspirando assim, cada uma a fazer a diferença também e enchendo de orgulho aqueles que eu amo e que me fizeram ser quem eu sou” finaliza Natasha.

Publicada em 03/6/2015 às 20h27.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/