Ageuniara

Moradores de São Carlos estão indignados com vazamentos de água

Por: THAYNÁ BEATRIZ DA CUNHA

25/02/2015

São Carlos (SP) está passando por um momento de complicações relacionado ao tratamento de água e esgoto. Vazamentos pela cidade estão se tornando cada vez mais frequentes, devido à calamidade dos asfaltos e a falta de preocupação da prefeitura para com o problema.

O bairro Cidade Aracy é considerado o mais prejudicado com tal problema. No final de 2014, a população chegou a ficar sem água durante quatro dias, e pelas informações dadas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), a falta se deu por um problema na bomba que transporta a água para os moradores.

De acordo com o morador do bairro, Mário Sergio do Prado, residente da Rua 5, todo sábado sofre a falta de água, enquanto nas ruas próximas a sua, esbanjam vazamentos na esquina. "Acabo nem ligando para o SAAE, todo sábado é a mesma coisa e eles nunca arrumam uma solução", diz ele. O site Reclame Aqui, por exemplo, relata inúmeras reclamações ao SAAE, a maioria dos desabafos afirma um péssimo atendimento ao serviço. O SAAE ainda afirmou que não tem controle do número de vazamentos existentes em São Carlos.

Na cidade, as redes sociais estão sendo usadas por ativistas, para relatar os problemas de vazamentos sofridos. Em um vídeo que obteve alta repercussão, o morador Nelsinho Pereira, nada em um dos vazamentos e ensina como reutilizar água dos mesmos para lavar motos.

Um outro ativista das redes sociais e repórter de rua da Rádio São Carlos, Leandro Amaral sugere para a população que use o poder da mídia para defender o seu ideal, para que através das denúncias, as pessoas consigam beneficiar a si próprias. "Quando o problema é relatado, na maioria das vezes, a prefeitura toma alguma solução, mas tem problemas que ficam lá por meses. Recebemos mais de 50 reclamações por dia, mas infelizmente, não conseguimos atender à todas as reclamações, reportamos o máximo que conseguimos, por isso recorremos à internet", relata Amaral.

O SAAE não quis se manifestar sobre os casos, mas afirma que está fazendo o melhor que pode para conseguir solucionar o máximo de problemas possíveis.

Publicado em 25/2/2015 às 19h16.

 



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/