[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Universidade de Araraquara - Uniara comunica que o início das aulas para os calouros dos cursos de Graduação Presencial será no dia 02 de março.

Atenciosamente,

Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Hospital de São Carlos tem comissão de infecção hospitalar

Por: JOÃO VICTOR DELLE DONE NÉO

05/11/2014

A infecção hospitalar é aquela que é adquirida por pacientes que já estejam hospitalizados, esses doentes podem se contaminar através de procedimentos realizados na instituição, no contato com outros pacientes, ou ainda, de forma mais preocupante, por meio dos visitantes.

Diariamente os hospitais demandam diversos tipos de atividades com o intuito de combater esse tipo de mal que pode a qualquer momento acometer pacientes que já estão debilitados.

A Santa Casa de São Carlos(SP), por exemplo, que realiza cerca de 1.200 cirurgias todos os meses, além das campanhas, conta com dois tipos de iniciativas para o combate da infecção. Uma delas é o  Serviço de Controle de Infecção Hospitalar(SCIH) que tem como finalidade fiscalizar procedimentos e determinar protocolos para manter baixo ou inexistente o nível de infecção hospitalar.

"O CCIH que é uma comissão de controle de infecção hospitalar, composta por médicos, enfermeiros e técnicos da área de saúde, que são regidos pelas normas e leis determinadas pelo Ministério da Saúde, Anvisa e Sociedade Paulista de Infecção Hospitalar", explica a enfermeira de Controle de Infecção Hospitalar, Maria Carolina Spadacini.

A instrumentadora cirúrgica Cristianne Chakib Camis fala a respeito de como o material cirúrgico e as roupas utilizadas durante a cirurgia são higienizadas. "Ao término de cada procedimento os equipamentos descem por um elevador direto para a lavagem, após serem enxaguados eles são secados com ar comprido, na seqüência são verificados a presença de sujidade através de uma lupa que aumenta em 10 vezes o tamanho, depois são embalados em papel cirúrgico e submetidos a auto clave, um equipamento que eleva a temperatura com o intuíto de esterilizar o material, as roupas sofrem o mesmo procedimento e, depois de esterilizadas, só poderão ser tocadas pelos profissionais que se higienizaram antes da operação."

Porém, de todos os procedimentos um dos mais simples e importantes e que devem ser seguidos, por médicos, enfermeiros e, até mesmo, visitantes é a lavagem das mãos, quando um visitante adentra o hospital ele deve lavar as mãos com o intuito de não levar para o ambiente hospitalar nenhum tipo de bactéria, elas devem ser lavadas até o pulso e também embaixo das unhas, este é um simples ato que  pode salvar vidas.

(Publicado em 05/11/2014 - 20h46).



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/