Ageuniara

Soja exportada por Araraquara não é produzida na cidade

Por: HELOISA HELENA ZANONI

04/10/2013

O grande investimento em logística feito por Araraquara com a implantação de um Terminal Intermodal, geograficamente na rota estratégica entre polos de interesses econômicos, fez com que a soja, ao passar pela cidade, fosse incluída no balanço comercial araraquarense, que atingiu recorde de exportações.

Mesmo não tendo tradição no cultivo do grão, a soja entrou para a pauta de exportações de Araraquara devido à inauguração do Terminal, que escoa a soja produzida no centro-oeste brasileiro. O intermodal recebe uma média de duzentos contêineres por mês, aproximadamente cinco mil toneladas de soja, superando a laranja e liderando as exportações feitas pela cidade.

No ano passado, dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior apontavam a soja como a segunda commodity mais exportada por Araraquara. Em 2013, a soja desbancou a laranja e assumiu a liderança nas exportações no primeiro semestre, segundo o Núcleo de Economia do Sindicato do Comércio. Pela primeira vez na história da cidade, a soja passou à frente da sempre líder, a laranja.

Atualmente, há uma modificação estrutural nas exportações. Nunca se exportou tão pouco suco de laranja como agora. A explicação é um problema antigo enfrentado pelos produtores do setor: o greening, doença grave que ataca os pomares da região.

O Professor Eduardo Rois Morales Alves, coordenador do curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos do Centro Universitário de Araraquara - Uniara, explica o significado de exportação. “Quando se fala que uma cidade é forte exportadora, é entendido que a exportação está gerando empregos, como é o caso do suco de laranja que é produzido em Araraquara, desde a plantação, passando pela produção e até o transporte, que gera emprego e renda”, disse.

Para Alves, “do ponto de vista econômico, a soja não tem relevância nenhuma para nós. Não se produz a soja aqui, então, não gera empregos”; e conclui. “Na verdade, é um equívoco dizer que Araraquara exporta a soja. A laranja sim é uma produção da cidade. A soja apenas se utiliza de um entreposto da cidade para chegar ao porto de Santos”.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/