202009240535

mostrar mensagem ]

AVISO DE PRIVACIDADE

A proteção dos seus dados pessoais é importante para nós. Adotamos as melhores técnicas para deixar esse site seguro. Estamos atualizando nossa política de privacidade e termos de uso do site. Em breve, ela estará aqui para você saber o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Médicos orientam sobre prevenção da osteoporose

Por: DAIANE DE SOUZA LUCIANO

14/11/2012

Uma em cada três brasileiras vai desenvolver osteoporose, doença que enfraquece os ossos, isso irá acontecer após a menopausa.A informação é da Organização Mundial da Saúde(OMS).

Conforme a OMS, a osteoporose é uma doença comum, principalmente, entre mulheres e atinge um terço das mulheres brancas com mais de 65 anos por ano e isso se caracteriza pela baixa densidade do esqueleto, resultante da perda gradual e contínua do cálcio armazenado nos ossos.

Ainda, segundo a OMS, apesar do alto percentual entre a população feminina, apenas 39% das mulheres com mais de 45 anos já fizeram algum exame para detectar a doença.

A recepcionista de um hotel de Araraquara(SP),Elizabete Fátima Luzia,de 53 anos, afirma estar no começo da doença e já busca a prevenção.Ela constatou a doença, ainda este ano, após uma consulta com o médico Roberto Rodrigues. Desde então, ela sempre toma um copo de leite de manhã e de noite e toma medicamentos com cálcio.

A aposentada, Anadir Ferreira Souza, de 74 anos, é outro exemplo.Há mais de três anos,ela tem osteoporose e conta que a doença apareceu bem depois da menopausa e ela, agradece a Deus, por nunca ter sofrido uma queda. Sua alimentação melhorou muito ficando mais rica em cálcio e também toma medicamentos, além de consulta frequentemente o seu médico, já que a doença provocou também fortes dores nas costas.

Segundo o médico geriatra Ralfo Costa Castanheira, orienta que para prevenir a osteoporose deve-se fazer bastante exercícios físicos, levantamento de peso, com bastante pressão. A natação, por exemplo, também ajuda bastante e ficar exposto ao sol da manhã, nos primeiros horários, também é recomendável."Para quem já tem a doença é aconselhável tomar bastante Vitamina D, que é responsável pelo metabolismo no cálcio e que fortalece o osso",diz.

Já o ortopedista e traumatologista,Luis Roberto A. Micheloni, de Taquaritinga(SP), aconselha para prevenir a doença, comer bastante alimentos ricos em grãos, como ervilha, lentilha ,verduras escuras e também fazer a exposição ao sol(até 10h da manhã e após 17h) que fica responsável pelo metabolismo no osso.

Para quem já tem a doença, o correto é fazer densitometria óssea(método utilizado para medir a densidade mineral óssea e comparado com padrões para idade e sexo)e tomar também bifustinato que é uma reposição de Cálcio. "Essa doença aparece mais em mulheres por causa da menopausa, que é uma mudança de hormônio. O fator hormonal faz cair a massa óssea, onde aparece a doença. Os homens também podem ter osteoporose, mas trabalha mais a massa óssea o que ajuda a combater a doença",explica.

Como prevenir?

1) Ter uma alimentação rica em cálcio. O recomendado é 800 mg/dia para adultos jovens e 1.500 mg/dia para idosos. O nutriente pode ser obtido de laticínios (leite desnatado, iogurtes e queijos magros), verduras verde-escuras como brócolis, couve, espinafre e escarola. Um copo de leite, por exemplo, possui 247 mg.

2) Fazer exercícios físicos, que ajudam a regular e fortalecer a musculatura.

3) Consumir alimentos ricos em vitamina D (leite e derivados, óleo de fígado de bacalhau, peixes e camarões), responsável pela absorção do cálcio que ocorre no intestino. Incluir também 15 minutos de banho de sol (até 10h da manhã e após 17h) na rotina diária, para que o corpo seja capaz de processar a vitamina.

Fonte:Dr. Luis Roberto A. Micheloni



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/