mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Mudas que compensam árvores cortadas no Balão das Roseiras estão morrendo

Por: DANIEL SIDNEI MASTROIANO

17/08/2012

Boa parte das mudas plantadas em substituição às árvores cortadas na época da reformulação do trânsito na região do “Balão das Roseiras” está morta por falta de cuidados essenciais após o plantio.

A ONG de proteção ambiental e animal PROAMA (Protetores dos Animais e do Meio Ambiente) promete denunciar aos órgãos responsáveis o replantio inadequado das mudas de árvores colocadas em substituição daquelas retiradas durante a reforma do sistema viário do “Balão das Roseiras”.

A lei n° 1.058, de 30 de outubro de 1961, estabelece normas que regularizam o corte de árvores na cidade. Em dezembro de 2011 foram feitas algumas alterações no Código de Arborização Urbana, dentre elas a obrigatoriedade do replantio de mudas em substituição às árvores retiradas. O número de mudas a ser replantado está relacionado com o diâmetro do tronco da árvore cortada, variando de 12 a 60 mudas.

No caso do “Balão das Roseiras”, aproximadamente 1.600 mudas de espécies nativas foram plantadas no início da Avenida Manoel de Abreu, que liga Araraquara a Américo Brasiliense, na área verde próxima aos trilhos da empresa ferroviária ALL. Contudo, segundo a ONG, as condições em que o plantio ocorreu não foram as ideais, causando a morte de muitas das mudas.

A bióloga Tayrine Paschoaletti Benze, uma das integrantes da ONG, explica que aparentemente falta um acompanhamento apropriado que garanta a sobrevivência das plantas. “A situação aparente da área, em um primeiro momento, demonstra que não está sendo realizado um monitoramento adequado que garanta o crescimento das mudas plantadas. Muitas das mudas estão secas e há espécies invasoras que devem ser controladas para garantir o crescimento das mudas plantadas”.

Tayrine também relatou que o solo apresenta erosão em determinadas partes, mas explica que é necessário um estudo mais completo da área para verificar quais medidas poderiam ser tomadas para garantir um reflorestamento mais eficaz.

A assessoria de imprensa da Prefeitura informou que todos os dias um caminhão pipa vai até o local pela manhã regar as plantas, mas, caso verificado que as mudas realmente estão mortas, elas serão substituídas por novas mudas.

O morador da cidade que deseja serviços relativos à arborização pode ligar para o telefone 0800-7788989 ou ir até o Paço Municipal abrir um protocolo. Já a ONG PROAMMA recebe, e encaminha aos órgãos responsáveis, denúncias de maus-tratos a animais e ao meio-ambiente pelo e-mail contato@proamma.com.br.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/