mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Futuro da conservação do Bicão ainda gera dúvidas

Por: RODRIGO PERONTI RODRIGUES

11/05/2010

O estado de conservação e manutenção de praças e parques públicos é assunto constante entre os moradores de São Carlos(SP).O assunto tem sido frequentemente abordado pela mídia e pela Câmara Municipal.

Em geral, o tema abrange reclamações que enfatizam o vandalismo constante e o mau estado em que alguns parques e praças se encontram.Dentre os locais que mais recebem reclamações destaca-se o Centro de Lazer Joaquim da Rocha Medeiros, ou, como é mais conhecido, Parque do Bicão.

“Há 21 anos que moro aqui e, até hoje, nada foi feito, de vez em quando alguém aparece e corta o mato alto, mas isso não resolve o mau estado da estrutura física e nem da marginalidade que cresce por lá”, diz a estudante Maria Lúcia Seghessi, moradora das redondezas do parque.

Porém, não é só a Maria Lucia que vê descaso na conservação do parque.“Muita gente já pediu pela melhoria do espaço aqui do Bicão, que é um lugar muito bonito para passear e espairecer a cabeça, mas se o próprio cidadão vandaliza o lugar, o que a gente pode esperar de quem é eleito por ele?”, questiona o marceneiro Odair Pereira.

Segundo o site de notícias “São Carlos Agora” (www.saocarlosagora.com.br) , o vereador Ditinho Matheus(PMDB) apresentou um requerimento para saber, da prefeitura, o estado atual do Bicão e quais atitudes serão tomadas para a sua melhoria do local.

O site informa que o vereador diz que o abandono do parque está serve para abrigar maus elementos que, por sua vez, geram insegurança e intranquilidade para os moradores.

A respeito do Parque do Bicão, a chefe da Divisão de Projetos de Paisagismo, Jeanne Doria, afirma que existem projetos que visam à melhoria do espaço físico do local, no que diz respeito à drenagem, a instalação de aparelhos de ginástica e playgrounds e que, provavelmente, este ano algumas melhorias já serão feitas.

Já a chefe da Divisão de Gestão de Áreas Verdes, Luciane M. Chaves, ressalta, de modo geral, que a manutenção para a limpeza de praças e parques públicos é feita por uma empresa terceirizada, contratada pela prefeitura, que faz a limpeza das 140 praças do município de três à quatro vezes por ano. Ela ressalta que os resíduos retirados dos locais são transformados em compostos orgânicos para servirem como adubo.

Espera-se que a atitude do vereador Ditinho Matheus gere bons frutos, além de servir de exemplo para outras áreas da cidade, e também que os projetos mencionados se concretizem o quanto antes, do mais o que se pode esperar é que a visão do mato alto sendo cortado, e nada mais, da estudante Maria Lucia, ainda perdure por algum tempo.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/