mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Projeto cadastra deficientes para o mercado de trabalho em São Carlos

Por: NAIRA XAVIER MALAQUINI

30/06/2009

Projeto ATO (Ação, Trabalho e Desenvolvimento) está cadastrando deficientes da cidade de São Carlos interessados em obter capacitação para o mercado de trabalho.

O ATO é um parceria entre a Prefeitura de São Carlos, a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e a Fundação Educacional São Carlos (FESC). O objetivo do cadastro é conhecer a população de pessoas portadoras de deficiências com interesse em encontrar oportunidade profissional.

O cadastramento é o primeiro passo do Projeto ATO (Ação, Trabalho e Oportunidade), no qual o deficiente (físico ou mental) passa por uma entrevista para conhecimento de seu perfil. O segundo passo é a seleção dos deficientes para um curso de capacitação profissional. Com este curso o deficiente recebe um diploma profissional da FESC e é incluído em uma lista de indicação para empresas.

Dentro do universo do mercado de trabalho existe uma lacuna na inserção dos deficientes. Segundo a assessora de imprensa da Prefeitura de São Carlos, Glória Saratt, os empresários da cidade até abrem vagas para deficientes para cumprir a lei da cota, mas não encontram pessoas com qualificação.

De acordo com a Lei as empresas que têm entre cem ou duzentos empregados devem reservar pelo menos 2% da quantidade de vagas para profissionais com deficiência. Para empresas com até quinhentos funcionários a cota sobe para 3%; com até 1 mil, 4%; e acima de mil a cota estipulada pela lei é de 5%. O Projeto pretende capacitar os deficientes do município para que esses números sejam preenchidos com eficiência.

Segundo a orientadora profissional do projeto, Paula Navas, trata-se de uma ação que pretende incluir os deficientes no mercado de trabalho do município. Para participar, o deficiente precisa marcar a entrevista através do telefone (16)3413-2948 de segunda-feira e terça-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h, e de quarta-feira das 8h30 às 12h.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/