Ageuniara

São Carlos comemora o dia de Nossa Senhora Aparecida

Por: KALIL FAUAZ

13/08/2007

São Carlos(SP) comemora,nesta quarta-feira(15/08),o dia de Nossa Senhora Aparecida que é a padroeira da cidade e, nesta data, é feriado municipal.

Fiéis, devotos e cidadãos comuns participam deste dia.Muitos fazem uma caminhada, de 15 quilômetros, de São Carlos até a Aparecidinha da Babilônia para pagar promessas ou, simplesmente, por prazer e descontração.

Outros preferem ir de ônibus ou carro para aproveitar a festa que oferece várias atrações como: shows, sorteios, barracas de comidas, bingo beneficente e barracas de brinquedos para as crianças.E algumas pessoas vão apenas para assistir a missa que é realizada de hora em hora.

Há 30 anos atrás, Mauro Souza, de 47 anos, começou a caminhada até a Aparecidinha com a família e amigos para pagar uma promessa por uma grande graça alcançada.

Ele caminhou a pé por doze anos tanto na ída quanto na volta e, há 18 anos, vai a pé na ída e volta de ônibus.Nos dias atuais vai todo ano por costume e porque gosta.Nos últimos cinco anos faz a caminhada até a Babilônia sozinho.

Ele sai de sua residência localizada no bairro Santa Maria às 4h e às 7h10 chega à Aparecidinha.Lá assisti a missa e,depois, aproveita a festa para almoçar e conversar com os amigos.E, ao final, vai até o ponto de ônibus onde onde retorna para sua residência em São Carlos.

A aposentada Hélia Pereira das Cruzes, de 69 anos, diz que nunca foi a pé até a Aparecidinha, mas também não perde um ano, pois é devota de Nossa Senhora Aparecida. Ela pega seu Ford Escort e vai dirigindo até a Aparecidinha para assistir apenas a missa.

Dona Hélia diz que enquanto ela tiver forças para ir sozinha dirigindo vai todo ano e quando não puder mais vai pedir para alguém leva-lá."Nós,cidadãos sãocarlenses, somos privilegiados, pois temos duas datas para comemorar o dia de Nossa Senhora Aparecida", brinca.

A Aparecidinha da Babilônia fica localizada a 15 quilômetros de São Carlos, na SP 215, estrada que liga a cidade a Descalvado(SP).

História

Tudo começou no tempo dos escravos onde hoje está a fazenda da Aparecidinha da Babilônia. Naquela época a fazenda pegou fogo na mata e também na fazenda inteira e o que restou foi apenas uma árvore com as folhas verdes que ficaram intactas sem nenhum dano.

Os colonos e os escravos foram até o local verificar o motivo pelo qual aquela árvore não havia sido queimada onde que encontraram no tronco da mesma a imagem de Nossa Senhora Aparecida e, desde então, o dono da fazenda resolveu construir uma capela em cima do morro em homenagem a Santa pelo milagre que ali acabara de acontecer.Ainda hoje é conhecida como a Fazenda da Babilônia e a árvore centenária está intacta e fica localizada na frente da capela.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/