Ageuniara

Falta mão-de-obra especializada no setor de costura

Por: MARLON RODRIGO TAVONI

09/05/2006

Enquanto muitas pessoas estão procurando uma oportunidade para entrar no mercado de trabalho, em Rio Claro está sobrando vagas para em fábricas de confecções. Só que as vagas são para costureira industrial, ou seja, está faltando mão-de-obra especializada.

Segundo Elaine Aparecida Ferri, supervisora do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Rio Claro, quarenta mil pessoas estão cadastradas no sistema. No entanto, ela tem treze vagas em aberto para serem preenchidas nessa função e não encontra pessoas treinadas. Mesmo divulgando as vagas nos órgãos de imprensa, está difícil achar candidato para preencher as vagas.

Foi pensando nessa falta de mão-de-obra especializada que a Secretária de Ação Social de Rio Claro iniciou um curso de costura industrial. De acordo com Ana Claudia Palombo, titular da Secretaria, o curso tem 40 alunos e a duração é de três meses. A meta é suprir essas vagas disponíveis nas indústrias.

De acordo com a ABRAVEST, Associação Brasileira do Vestuário, o Brasil tem cerca de 17.500 empresas no setor de confecções e dez mil pretadoras de serviços. Juntas geram aproximadamente um milhão de empregos, com salário médio de R$ 600 nas indústrias e R$ 350 no comércio.

Uma empresa de São Carlos ajudou a engrossar essas estatísticas. Ela trabalha somente com reparos nas roupas e vem crescendo na área nos últimos anos. Segundo a proprietária, Aline Vargas, a procura por ajustes nas roupas vem crescendo, pois a indústria de confecções trabalha apenas com medidas padrão. Dessa forma, dificilmente os consumidores conseguem comprar produtos que se ajustam ao corpo.

A costureira Irma de Oliveira abandonou o emprego no comércio por causa do baixo salário e apostou no próprio negócio. Montou um salão de costura em sua própria casa. Mesmo trabalhando em casa o negócio está crescendo e a renda é muito maior que o salário que ganhava como comerciária, comemora Irma.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/