Ageuniara

Aumenta o número de vítimas de violência doméstica

Por: ZILLENE TONIONNE GUIMARAES

20/09/2004

A violência doméstica é um problema universal, que atinge milhares de pessoas, em grande número de vezes de forma silenciosa e dissimuladamente.

Apesar da maioria das pessoas acharem que esse é um problema exclusivo das mulheres, o Ministério da Saúde revela que esse mal atinge ambos os sexos.

Comprovadamente a violência doméstica, incluindo a negligência precoce e o abuso sexual, podem impedir um bom desenvolvimento físico e mental da vítima.

Segundo o Ministério da Saúde a principal causa das mortes de jovens de 5 a 19 anos é a agressão e a maior parte dessas agressões são domésticas.

A UNICEF estima que 18 mil crianças e adolescentes sejam espancados no Brasil. Os acidentes e as violências domésticas provocam 64,4% das mortes de crianças e adolescentes no país, segundo dados de 1997.

Embora algumas pessoas achem estranho, existe violência doméstica contra homens, neste caso, a violência física não é praticada diretamente, tendo em vista a habitual superioridade na força, com as intenções de agressões, esses atos tendem a ser cometidos por terceiros como, por exemplo, parentes da mulher ou profissionais contratados para isso.

Outra modalidade são as agressões que tomam o homem de surpresa, durante o sono, por exemplo. Não são incomuns a violência física doméstica contra homens, praticados por namorados(as), companheiros(as) dos filhos, contra o pai.

Um bom número de agressões domésticas são cometidas por adolescentes assim como contra avós pelos netos e filhos. Desde 2001 as prefeituras do estado de São Paulo por meio de suas coordenadorias de Mulher, Centro de Referências e Casas Abrigos se reúnem para trocar experiências e elaborar medidas concretas e efetivas para garantir a qualidade dos serviços prestados ás mulheres vítimas de violência doméstica.

Estima-se que 60% dos casos de agressões não são registradas, cabe a vítima superar a vergonha e o medo para denunciar as violências.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/