Notícias

Estudo de aluna de TO da Uniara recebe menção honrosa na II Mostra da Atenção Primária à Saúde

Publicado em: 18/12/2017

O estudo da aluna do quarto ano do curso de Terapia Ocupacional – TO da Universidade de Araraquara – Uniara, Caroline Ribacinko Valentim, intitulado “Acessibilidade da pessoa com deficiência aos centros municipais de saúde: avaliação arquitetônica”, recebeu menção honrosa na II Mostra da Atenção Primária à Saúde – MAPS de Araraquara, realizada no dia 7 de dezembro, no Centro Internacional de Convenção “Dr. Nelson Barbieri”. A pesquisa, apresentada em forma de pôster, foi orientada pela coordenadora da graduação, Débora Couto de Melo Carrijo.

“O trabalho foi pensado inicialmente nas pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e no direito à saúde pública: se existe esse direito, devem ter garantia à acessibilidade. Levando em conta que a TO preza pela autonomia e pela presença do sujeito nas suas ocupações de vida, isso inclui o cuidado na saúde de forma segura e independente”, ressalta a estudante.
A partir disso, ela conta que foi estruturado um checklist “com o objetivo de avaliar se a estrutura de centros municipais que fazem parte da atenção básica está acessível a essa população”.

Para a conclusão do projeto, Caroline menciona que levou em consideração o entorno dos locais. “Se um indivíduo não consegue se locomover na parte externa, não consegue nem entrar, e o entorno se encontra totalmente inacessível. Por mais que as medidas de calçadas e rampas estejam de acordo com as normas, há obstáculos que obstruem totalmente a passagem, como a vegetação sem cuidados na calçada, tornando-a irregular”, explica.

Já na parte interna dos espaços pesquisados, a aluna aponta que as áreas de circulação, a medida de portas e consultórios correspondem às normas, “mas a maneira em que está disposta a mobília torna inacessível o espaço útil, e eles não conseguem acesso seguro e independente”. “Por tudo isso, faz-se necessário um olhar criterioso de um profissional para possíveis adaptações em relação à mobília, que pode ser realizado por um profissional da TO, que é capacitado”, diz.

Outros pontos negativos, segundo ela, estão nas recepções e farmácias dos lugares estudados. “Nenhuma das dez unidades estão de acordo com a norma. Não possuem área de aproximação e nem altura adequada. E como a TO preza pela autonomia, sabemos que isso ‘quebra o poder’ de escolha da pessoa com deficiência”, comenta.

A menção honrosa recebida no MAPS teve um grande significado para Caroline. “Fui avaliada não só por profissionais acadêmicos, mas também por pessoas que trabalham na rede básica. Significou que mesmo que tenhamos apontado muitos pontos negativos no trabalho, existem outras pessoas que se preocupam, voltam seu olhar a isso e lutam pelos mesmos ideais, com o pensamento na qualidade de vida do próximo. Em algum momento, todos envelhecerão e precisarão desses serviços”, observa.

Débora, que orientou a pesquisa, destaca que a menção honrosa foi concebida em meio a 57 pôsteres apresentados. “O projeto inteiro envolveu a avaliação de 27 unidades, e depois, tudo foi dividido em dois trabalhos, ao longo do ano, com apoio da prefeitura, que contou também com a participação das docentes Adriana Araújo e Elaine Cristina Silva, além da minha. Caroline apresentou uma parte desses resultados”, explica.

Para ela, a premiação no MAPS “mostra o quanto os profissionais estão preparados para atuar no sistema de saúde, e a relevância do trabalho”. “A aluna destacou-se também por sua segurança e proatividade, uma vez que não se tratava de uma mostra de estudantes, e sim de toda a rede de saúde”, finaliza.

Informações sobre o curso de Terapia Ocupacional da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /