Notícias

Aluna de Biomedicina da Uniara pesquisa o efeito do ácido zoledrônico em tratamento ósseo

Publicado em: 29/08/2017

Uma pesquisa sobre o efeito do ácido zoledrônico em tratamento ósseo começou a ser desenvolvida pela estudante do segundo ano do curso de Biomedicina da Universidade de Araraquara – Uniara, Paloma Minelli Bento, juntamente com outros colaboradores, sob orientação da professora Ana Paula de Souza Faloni. O estudo foi contemplado pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC/CNPq da instituição.

Paloma explica que o trabalho, intitulado “Efeito do Ácido Zoledrônico em sítios ósseos distintos: análises biofísica, biomecânica, histoquímica e histomorfométrica”, envolve o mencionado ácido, “um fármaco da classe dos bifosfonatos utilizado no tratamento da osteoporose e de metástases de cânceres ósseos, por atuar inibindo a reabsorção óssea”. “O objetivo da pesquisa é investigar como esse medicamento antirreabsortivo age em sítios ósseos que diferem em origem embriológica e tipo de ossificação”, esclarece.

O tema foi escolhido, de acordo com ela, devido a um efeito colateral dos bifosfonatos: a geração da necrose óssea, ou osteonecrose, “uma patologia de difícil resolução, que compromete a qualidade de vida dos pacientes”. “Considerando que a osteonecrose, decorrente do uso de bifosfonatos, acomete principalmente os ossos maxilares, sendo raramente observada em outros sítios do esqueleto, o estudo visa a tentar elucidar possíveis diferenças nos efeitos celulares do Ácido Zoledrônico, comparando-se os ossos maxilares a outros do esqueleto”, detalha.

Ao final do estudo, Paloma espera que os resultados possam fornecer informações “que contribuam para uma melhor compreensão da ocorrência e, consequentemente, para o tratamento da osteonecrose decorrente do uso de bifosfonatos”.

Para o desenvolvimento do projeto, já foram realizados o experimento com animais e parte das análises biofísicas e biomecânicas, de acordo com a aluna, que informa que, no momento, está sendo executada a etapa laboratorial histológica.

Os outros integrantes envolvidos na pesquisa de Paloma são: a aluna de Iniciação Científica, Natália Mestre Pereira, os alunos do Programa de Mestrado em Ciências Odontológicas: Implantodontia e Ortodontia, Rômulo Augusto da Costa Chaves e Janaína Cristina de Freitas Alvarenga, e os colaboradores da Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, professora Keiko Okino Nonaka e o doutorando Victor Fabricio.

Informações sobre o curso de Biomedicina podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /