Notícias

Profissional de Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente pode atuar em diversos campos

Publicado em: 15/08/2017

O profissional de Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente pode atuar em diversos campos ligados a fontes renováveis e até não renováveis, tendo a sustentabilidade como um de seus pilares. Nesse contexto, a Universidade de Araraquara – Uniara volta a oferecer o curso em seu próximo processo seletivo, que será realizado no dia 21 de outubro, das 14h às 16h, na unidade I da instituição (rua Carlos Gomes, 1338, no Centro) e em diversas cidades da região. O coordenador da graduação, Marcelo Wilson Anhesine, faz um “raio X” do curso e fala das oportunidades da carreira.

Ele comenta que a graduação “nasceu praticamente da necessidade de atualização da nova matriz energética que, anteriormente, tinha como base apenas os combustíveis fósseis - petróleo, carvão e gás natural, entre outros -, e agora se renovam por meio do desenvolvimento dos biocombustíveis e das bioenergias, que têm por princípio serem renováveis e ambientalmente sustentáveis”.

As áreas de atuação são bem diversificadas, segundo o docente, que menciona, como exemplo, o trabalho em indústrias de transformação como celulose e papel, nos setores químico e de distribuição de energias, com sua reutilização e também com o uso de energias renováveis. “Pelo fato de a atribuição do curso ser aprovada na câmara da Agronomia, os alunos têm a possibilidade de trabalhar em empresas onde a biomassa do campo poderá ser transformada em energia limpa, com a produção de biogás e biometano, por meio do manejo de resíduos sólidos provenientes de várias culturas”, detalha.

Anhesine lembra que o futuro engenheiro poderá ainda lecionar em instituições de ensino, caso faça a opção pela carreira de acadêmica, trabalhar em instituições governamentais, em empresas de geração, transporte e distribuição de diferentes fontes energéticas, em centros de pesquisa, e em diferentes setores econômicos como agroindústrias, indústrias extrativas, siderúrgico, alimentício, de transformação, comercial e de serviços, além de poder atuar em atividades relacionadas a tecnologias de conversão energética, no planejamento energético, em alternativas energéticas, na gestão de sistemas energéticos, e na economia e racionalização do uso da energia.

“Atualmente existem várias indústrias de montagem na criação de parques eólicos e solares, onde esse profissional pode trabalhar na construção e manutenção desses locais, visando ao seu posicionamento geográfico, e com o dimensionamento da eficiência na produção dessas energias que serão produzidas”, destaca o coordenador.

Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente parece ser a profissão do futuro, a curto prazo, de acordo com ele. “O Plano Brasil 2022, com metas e ações estratégicas do governo federal para promover o desenvolvimento do país, prevê que a sociedade brasileira passará por uma crise energética e ambiental séria nos próximos anos. Uma das maneiras de evitar o colapso será investir em fontes de energias hidrelétrica e nuclear, além de outras fontes alternativas e renováveis. Tudo para garantir o crescimento da indústria e do comércio e, ao mesmo tempo, reduzir a emissão de carbono com a queima de petróleo e derivados. Rico em opções de fontes renováveis, o país tem potencial de crescimento em pesquisa e desenvolvimento na área”, avalia.

A sustentabilidade é uma palavra-chave, em relação ao curso. “Entendo que um nicho específico seria a necessidade de reciclagem do lixo, de várias fontes renováveis, ou seja, seria uma nova proposta de uma indústria da desmontagem, onde o engenheiro poderia se dedicar a orientar como os resíduos poderiam ser transformados em energia, favorecendo de forma sustentável o crescimento desse tipo de empresa e, consequentemente, uma forte redução devido ao reuso e reutilização de componentes e itens que seriam reaproveitados”, aponta Anhesine.

 

A graduação da Uniara

“O curso conta com uma planta experimental de produção de biodiesel e mais um projeto para a construção de uma microdestilaria para produção de etanol a partir de vários cultivares - beterraba, cana-de-açúcar, batata, sorgo sacarino etc. Teremos também a criação das plantas de energias solar e eólica, na Fazenda-Escola da universidade”, revela o professor.

Ele conta que as disciplinas básicas são matemática, física, informática e economia. “Na parte específica, a graduação aborda áreas como eletricidade, combustíveis, potenciais hidráulicos, energia solar e térmica. Esses temas estão concentrados em matérias que definem como gerar, distribuir e monitorar energia, levando em conta aspectos ambientais, sociais e econômicos. Os alunos estudam também a legislação e as normas que regulam o setor. Estágio e trabalho de conclusão de curso são obrigatórios”, informa.

Outro ponto destacado pelo coordenador é o corpo docente, que conta, atualmente, com 95% de mestres e doutores, “todos com sólida formação acadêmica e ampla experiência profissional nas diversas áreas da engenharia e gestão empresarial”. “É a alta qualificação a serviço de uma educação moderna, com instrumental prático e teórico de ponta, preparado para o ensino das mais novas tendências da engenharia no Brasil e no mundo”.

Anhesine ressalta que, em 2013, o curso foi reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC (Portaria 298 de 09/07/13 – DIREG/SERES/MEC), “com ótimas notas referentes ao corpo docente e ao projeto pedagógico, tendo também como destaque a participação dos alunos por meio do Centro Acadêmico da Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente - C.A.EngBio, devido ao interesse e às atividades programadas voltadas à divulgação do curso e à realização de seminários, além da participação em congressos e visitas técnicas em instituições e empresas do setor”.

Mais informações sobre a graduação de Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.



Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /