Notícias

Aluna de Farmácia da Uniara inicia estudo sobre sistemas nanoestruturados contendo óleo de cenoura para aplicação em câncer de pele

Publicado em: 08/08/2017

O trabalho da estudante do curso de Farmácia da Universidade de Araraquara – Uniara, Natalia de Mendonça Felício, intitulado “Desenvolvimento de sistemas nanoestruturados contendo óleo de cenoura para aplicação em câncer de pele”, rendeu a ela uma bolsa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC/CNPq da instituição. O estudo, cuja parte prática terá início em agosto, é orientado pela coordenadora da graduação, Thalita Pedroni Formariz Pilon, e coorientado pela professora Bruna Galdorfini Chiari Andréo.

Natalia aponta que, devido à escassez de alternativas para a quimioterapia do câncer, como o de pele, “tornam-se válidos estudos de novos sistemas, capazes de direcionar os agentes químicos citotóxicos utilizados ao órgão-alvo, e reduzir seus efeitos adversos”.

“Assim, antioxidantes como os carotenoides têm sido considerados alternativas para a redução da toxicidade desses agentes, com atenção para os cristais líquidos, visto que possuem a propriedade de modificar profundamente a velocidade de liberação de fármacos. Eles aumentam sua solubilidade e sua absorção, além de modificarem sua biodisponibilidade, fato que pode resultar na diminuição de sua toxicidade e no aumento da sua eficácia clínica”, explica a estudante.

Nesse contexto, ela afirma que surge a necessidade de desenvolver e caracterizar sistemas nanoestruturados contendo óleo de cenoura, “um carotenoide, em fase oleosa, como alternativa para o tratamento do câncer de pele, uma vez que os agentes quimioterápicos apresentam potencial tóxico às células tumorais e, portanto, causam efeitos adversos ao usuário”.

Os cristais líquidos – CL mencionados pela estudante podem, de acordo com ela, ser considerados como micelas ordenadas com arranjo molecular caracterizado por regiões hidrofílicas e lipofílicas alternadas.

“Os fármacos, quando incorporados nesses sistemas, poderão residir nessas duas regiões e também na bicamada de tensoativo da mesofase, dependendo da solubilidade desses fármacos. As interações fármaco-sistema desempenham importante papel no controle da liberação. Entretanto, a razão de liberação de fármacos incorporados em sistemas líquido-cristalinos dependerá da estrutura da mesofase e das características físico-químicas do fármaco. Essas propriedades tornam possível a utilização de CL como veículos transportadores de fármacos, que podem ser capazes de controlar a liberação das substâncias neles incorporados. O objetivo principal desse projeto é o desenvolvimento e a caracterização físico-química de sistemas líquidos cristalinos contendo óleo de cenoura para aplicação em câncer de pele”, finaliza Natalia.

Informações sobre o curso de Farmácia da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /