Notícias

Pesquisadora do mestrado da Uniara recebe menção honrosa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Publicado em: 01/10/2014

No dia 24 de setembro, a ex-aluna do curso de Farmácia e, atualmente, pesquisadora do Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente do Centro Universitário de Araraquara – Uniara, Danielle dos Santos Araújo, recebeu o “Prêmio Destaque na Iniciação Científica - Menção Honrosa na área de Química e Meio Ambiente”, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Sul de Minas, por seu projeto de iniciação científica intitulado “Desenvolvimento de Metodologia Analítica e Estudo de Degradação de Amoxicilina em Solo por CLAE/ FLU”.

O estudo, que teve início em 2010, foi realizado no mestrado, vinculado ao Centro de Estudos Ambientais – CEAM da Uniara, em parceria com o Instituto de Química da Unesp (Grupo de Estudos em Resíduos Químicos e Contaminantes Orgânicos – GRESCO).

Para explicar o objetivo de seu trabalho, Danielle contextualiza a situação que deu origem a ele. “O Brasil é, atualmente, um dos maiores produtores, consumidores e exportadores de carne de frango do mundo. O uso de fármacos na avicultura representa uma importante via de entrada de antibióticos em ambientes aquáticos e terrestres. Muitos desses fármacos não são metabolizados no organismo animal, ocasionando a presença de resíduos em diversas matrizes ambientais, como estercos, solos e sedimentos fluviais”, conta.

Ela aponta que estudos que avaliam a mobilidade dos antimicrobianos no solo geralmente resultam em informações sobre as propriedades físicas e químicas desses compostos, tais como tempo de meia vida. “Essas propriedades podem ser utilizadas na aplicação de modelos para avaliação preliminar do potencial de contaminação de matrizes ambientais por antimicrobianos e da mobilidade dessas substâncias em solo pela aplicação de métodos analíticos validados”, relata.

De acordo com Danielle, considerando que, no Brasil, os dados sobre a ocorrência e comportamento - dispersão, persistência, distribuição - de antimicrobianos de uso humano ou animal são incipientes, o estudo teve como objetivo geral “desenvolver uma metodologia analítica para determinação de amoxicilina em solo por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência”. “Resultados de estudos capazes de estimar direta ou indiretamente a presença de poluentes orgânicos como os antimicrobianos no ambiente, podem ser capazes de fornecer subsídios para órgãos competentes no que se refere a programas de avaliação de contaminação de matrizes ambientais”, detalha.

Mesmo já tendo sido premiada em outros três congressos e ter seis artigos publicados em veículos científicos, juntamente com sua equipe do Grupo de Estudos em Indicadores Ambientais do Mestrado da Uniara, ela afirma que a Menção Honrosa foi uma surpresa. “Não esperava por esse resultado, já que foram centenas de projetos de iniciação científica submetidos”.

Danielle agradece sua orientadora, professora doutora Maria Lúcia Ribeiro. “Ela me acolheu desde o primeiro ano da graduação, no Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, juntamente com a professora doutora Vera Lúcia Botta Ferrante”; os co-orientadores, professora doutora Mary Rosa Rodrigues de Marchi e doutor Pedro Toledo Netto, do GRESCO do Departamento de Química Analítica do Instituto de Química da Unesp, e a coordenadora do curso de Farmácia, Thalita Pedroni Formariz Pilon, “por ter me apresentado a excelência em se trabalhar na área da pesquisa científica durante minha graduação”.

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /