Ageuniara

Doadores de sangue terão benefícios em Matão

Por: JULIANA CARINA PREVIDELI

30/09/2003

A Câmara Municipal de Matão (SP) aprovou, em setembro, um projeto de lei, de autoria do vereador Oswaldo Gomes (PMDB) que permite que pessoas doadoras de sangue e portadoras de necessidades especiais fiquem isentas da taxa de inscrição para concursos públicos municipais.

"Esse projeto tem o objetivo presentear quem é doador de sangue e incentivar pessoas que ainda não doam sangue", diz o vereador.

Para obter o benefício os doadores terão que apresentar uma carteira comprovando, no mínimo, três doações no ato da inscrição do concurso.

"As pessoas que quiserem doar sangue em Matão, terão que esperar a vinda de um hemocentro, pois a cidade não tem, ou se preferirem, terão que se dirigir a Araraquara ou Ribeirão Preto",comenta Gomes.

Para poder ser doador de sangue é necessário ter acima de 18 anos, acima de 56 quilos e não ter tido doenças como hepatite, sífilis, chagas ou estar gripado. O importante é não estar em jejum no dia da doação.

O setor responsável pelo banco de sangue do hospital Carlos Fernando Malzoni de Matão, não quis se pronunciar sobre o motivo de a cidade ainda não ter um hemocentro



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/