mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Hospital faz campanha para previnir câncer de boca

Por: NADIA PRISCILA DE CHICO

23/09/2003

O Departamento de cirurgia de cabeça e pescoço do Hospital Amaral Carvalho (HAC) de Jaú (SP), está organizando uma campanha permanente para prevenção do câncer de boca, devido ao grande número de casos confirmados, em estágio avançado.

A maioria dos profissionais da área da saúde, não estão capacitados a identificar este tipo de câncer e como parte da campanha o Departamento de cabeça e pescoço ofereceu aos profissionais de Bariri, Igaraçu do Tiete, Brotas, Bocaina, Itapuí, e Jaú um curso gratuito que aborda o tema "Tumores da Cavidade Oral – Lezões Cancerizáveis" (diagnósticos e tratamento). O curso envolveu cerca de 300 profissionais.

Segundo o dentista Antonio Geraldo Bortolluci Júnior,que trabalha no Hospital do Câncer de Jaú, 60% dos casos que chegam ao hospital estão em estágio avançado, o que torna a cirurgia cara para o SUS ( Sistema Único de Saúde) e mutilante para o paciente.

"O curso foi idealizado para quem trabalha na área da saúde da rede pública, porque a intenção é que estes profissionais detectem o problema no inicio e envie ao hospital", diz Bortolluci Júnior.

A campanha que tem apoio do IMCA (Instituto Nacional do Câncer), pretende em 2004 passar a desenvolver esta campanha em mais 12 cidades da região, e já criou no hospital Amaral Carvalho um ambulatório que funcionará uma vez por semana não tendo dia definido ainda,para atender a população e fazerem os diagnósticos.

O câncer de boca normalmente manifesta-se por pequenas lesões causadas por próteses mal ajustadas, por fatores de risco com o fumo e o álcool, que baixam a imunidade da pessoa permitindo que as substancias cancenogenas que contem no cigarro possam agir mais rápido.

São pequenas lesões estranhas que não desaparecem ao longo de vinte dias, e que as pessoas não se preocupam em procurar um profissional capacitado para tratar e quando o fazem o câncer está em estagio avançado.

O tratamento do câncer de boca dura cinco anos até que o paciente tenha alta ou óbito.

O Hospital está fazendo essa campanha, para que as pessoas detectem o problema no inicio, e não precisem passar por um tratamento caro e doloroso mais tarde.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/