202009230715

mostrar mensagem ]

AVISO DE PRIVACIDADE

A proteção dos seus dados pessoais é importante para nós. Adotamos as melhores técnicas para deixar esse site seguro. Estamos atualizando nossa política de privacidade e termos de uso do site. Em breve, ela estará aqui para você saber o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Vigilância Sanitária intensifica fiscalização em Araraquara

Por: EMERSON DE OLIVIERA CAMARGO

18/09/2003

A vigilância sanitária de Araraquara(SP), em funcionamento desde 1992, realiza periodicamente fiscalizações em estabelecimentos, a fim de garantir qualidade e higiene aos consumidores.

O gênero de estabelecimentos que fazem parte da cobertura da Vigilância, são compreendidos em alimentícios, saúde, qualidade da água, e reclamações de incômodo, enfrentadas pela população.

Os comerciantes de gêneros alimentícios, somente possuem conhecimento a respeito da Divisão de Saúde Pública, em função da licença de funcionamento sanitário.

Isso fez com que a Vigilância Sanitária de Araraquara iniciasse um programa de conscientização a todos os envolvidos.

Em geral, as áreas que possuem um maior controle por parte da Vigilância, são os setores alimentícios, entre eles aqueles que envolvem o trabalho realizado diretamente com as mão. "A higiene pessoal é imprescindível, sendo no ato da averiguação, qualquer irregularidade, imediatamente autuada", afirma Gilberto Araújo, encarregado dos fiscais.

Segundo ele, o trabalho de autuação aos estabelecimentos em não conformidade com o exigido em lei, ocasiona em desgaste tanto ao agente fiscal, quanto aos proprietários de estabelecimentos autuados.

"A Vigilância Sanitária passou a promover o programa de conscientização, que corresponde em orientar através de palestras, reuniões, folhetos , os proprietários e seus funcionários, na devida condição de trabalho e higiene. O índice de irregularidade diminuiu consideravelmente", informa.

Araújo informa que existe um telefone que se destina a ouvidoria, através do qual as pessoas podem ligar, solicitar a presença de fiscais em estabelecimentos que julgar suspeito. O número é (16) 201 5164.

Joaquim Silvério de Alcantara, proprietário de uma lanchonete no centro da cidade, relata que após esse programa de conscientização, percebeu que a vigilância não é mais encarada como agente que fiscaliza e sim que orienta. Gilberto Araújo relata que o bom relacionamento entre fiscais e proprietários de estabelecimentos é resultado de anos de conquista e atualmente considera gratificante.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/