202009190705

mostrar mensagem ]

AVISO DE PRIVACIDADE

A proteção dos seus dados pessoais é importante para nós. Adotamos as melhores técnicas para deixar esse site seguro. Estamos atualizando nossa política de privacidade e termos de uso do site. Em breve, ela estará aqui para você saber o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Serviços essenciais lideram queixas no Procon de São Carlos

Por: RAQUEL BAES CORREIA

08/04/2016

De acordo com dados do PROCON de São Carlos, a maior parte das reclamações dos consumidores (24, 37%) entre o começo de janeiro e o final de março deste ano tem relação com serviços essenciais que abrangem fornecimento de água e esgoto, energia elétrica e telefonia móvel e fixa. As reclamações sobre esses serviços somaram 301 dos 1.235 atendimentos desde o começo do ano.

O Ranking de Reclamações do ano 2015 do PROCON no estado de São Paulo revelou que as três primeiras colocadas do ranking são empresas de serviços de telefonia fixa e móvel, televisão a cabo e internet.

Sobre as autuações, no mesmo período de tempo, o PROCON São Carlos autuou vinte fornecedores. Porém, de acordo com o fiscal do órgão, Claudio Romagnolli de Oliveira, “os atendimentos realizados não têm uma relação direta quanto ao número de fornecedores autuados, uma vez que existem operações específicas de fiscalização, fiscalizações por conta de denúncias e eventuais irregularidades apuradas no cotidiano”, disse.

O PROCON

O PROCON é um órgão de defesa do consumidor que tem a função de equilibrar e harmonizar a relação entre o consumidor e o fornecedor e/ou prestador de serviços. Caso o consumidor queira fazer alguma queixa sobre irregularidade de um fornecedor ao PROCON, ele deve ter procurado a empresa antes e tentado uma resposta ou resolução amigável.  Esgotada a possibilidade de resolução, o consumidor deve buscar seus direitos PROCON. Para prestar uma queixa no PROCON de São Carlos é preciso residir na cidade.

Daniela, estudante de estética, teve problemas com uma empresa de telefonia e internet no começo do ano. O atendente da empresa omitiu informações sobre um plano de internet, e quando ela recebeu o boleto de pagamento do serviço se surpreendeu com o valor, que estava fora do plano combinado, além da presença de uma multa. Ela entrou em contato com a empresa e não houve solução. Então Daniela procurou o PROCON de São Carlos e em menos de dez dias o problema com o boleto foi resolvido.

Alessandra, de 39 anos, também procurou o Procon por causa de um problema com uma empresa de telefonia. Alessandra procurou até a ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), órgão federal responsável por regular e fiscalizar este tipo de serviço, porém o problema não foi resolvido. Foi este o motivo que a levou ao órgão de defesa do consumidor. Darlene, irmã de Alessandra, acredita que o consumidor fica “refém das empresas” porque a fiscalização é ineficiente.

(Publicado em 8/4/2016 - 20h05)

 

 

 



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/