202009191129

mostrar mensagem ]

AVISO DE PRIVACIDADE

A proteção dos seus dados pessoais é importante para nós. Adotamos as melhores técnicas para deixar esse site seguro. Estamos atualizando nossa política de privacidade e termos de uso do site. Em breve, ela estará aqui para você saber o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Segurança digital: você ainda vai contar com ela

Por: MARCELO LOPES BONHOLI

14/10/2015

A segurança pública envolve milhares de variáveis para que ela possa ser 100% efetiva. Tem sua origem, a partir dos problemas sociais e financeiros, ao simples fato de se andar na rua com um Smatfone de R$5.000,00. Porém, com o advento da tecnologia, foram surgindo novas formas de ampliar a sensação de segurança por parte da população. São câmeras de segurança, cercas elétricas e alarmes para os mais variados gostos e bolsos.

Para o empresário  do ramo de segurança eletrônica, Armando Dias Mendes Ferraz (27) de Araraquara (SP),  esse ramo de atividade ainda não sentiu nenhum impacto da possível crise financeira. Segundo ele, uma cerca elétrica não custa mais que R$ 1.000,00 para uma residência pequena, e ainda é possível facilitar o pagamento.

O Major PM Wagner Prado, do 13º BPM/I aponta a tecnologia voltada para a segurança como uma ferramenta para ajudar na elucidação de crimes. Ele afirma ainda que essas ferramentas vão além de câmeras residenciais, cercas elétricas e alarmes. " Câmeras Urbanas e outros equipamentos como GPS em viaturas com Tablets que possibilitam não somente saber onde as viaturas estão, mas também consultar, de dentro das viaturas, placas de veículos e antecedentes criminais de averiguados", observa.

De acordo com ele, essas informações colhidas diariamente, facilitam o planejamento operacional e de contingentes. " Toda essa tecnologia voltada para a segurança ainda não é o suficiente para se evitar a criminalidade, pois sua existência se dá por conta de vários problemas sociais, além da consciência da população sobre sua parcela de responsabilidade quanto a este tema, como consta na Constituição do país em seu Art. 144. A segurança pública é dever do Estado e direito e responsabilidade de todos", completa o Major.

O soldador,Joarez Nunes (57),  morador de Araraquara, diz que sua casa foi roubada por três vezes no ano de 2013, e depois que colocou cerca elétrica e câmeras em casa, isso nunca mais aconteceu. Para ele, a violência em seu bairro diminuiu de 2013 para 2015, mas não abriria mão de seu sistema de segurança, que ampliou recentemente.

De forma objetiva, é notável o quanto a tecnologia pode e vem ajudando a população a se proteger da criminalidade. A Policia Militar, ao menos em Araraquara, vem cumprindo seu papel, junto com as empresas de segurança digital, a guarda municipal e seu monitoramento e toda a população. 

Publicada em 14/10/2015 às 21h05.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/