Ageuniara

Situação da "Chácara do Juca" incomoda moradores de S. Carlos

Por: LETICIA POLTRONIERI LUCHESI

13/10/2014

Área de aproximadamente 13 mil m2 localizada em região nobre de São Carlos, repleta de árvores  e que pertencia ao finado "Juca Miséria", pode ser devastada para dar lugar a um empreendimento imobiliário.

A "Chácara do Juca" fica localizada na confluência das ruas Major Manoel Antônio de Mattos com XV de Novembro e São Sebastião. Pertencia ao finado José Soares de Camargo Filho, conhecido como “Juca Miséria”, e resiste no local há mais de cem anos. Nela estão presentes diversas espécies de árvores, como Pau Brasil, Jambolão, Flamboyant, Pitangueiras, entre outras.

Os moradores da vizinhança estão preocupados por causa da recente decisão das herdeiras da chácara,que disponibilizaram o local para uma construtora. A empresa pretende derrubar todas as árvores para que sejam construídos edifícios. 

Pedro Munhoz, estudante de Gestão e Análise Ambiental, explica quais os impactos ambientais seriam causados pela consequente queda das árvores. “Perderíamos área sombreada, umidade relativa, solo permeável, que diminui o escoamento superficial das chuvas, evitando possíveis inundações, estética, barreira de ventos, recreação, dentre outros benefícios.”

Ulisses Deponte Dovigo, vizinho da chácara, é mais um que está inconformado com a situação. ”Ao invés de nossa Prefeitura desapropriar o imóvel e assim construir no local uma área ambiental com parque eco-histórico para abranger atividades ambientais e de lazer para a população, vai deixar que tudo seja destruído”, lamenta Dovigo, que também planeja fazer uma petição e está organizando um protesto por meio de uma rede social.

A construtora informou que as árvores que já estavam mortas foram cortadas e que  as outras serão derrubadas em breve. A Prefeitura tem conhecimento da situação mas diz que não pode tomar nenhuma atitude por se tratar de um imóvel particular. 

Em 2012, Lucão Fernandes, vereador de São Carlos, defendeu a ideia de desapropriar a chácara para que fosse construída uma área ambiental, com um parque eco-histórico, além de que poderia servir para abertura e prolongamento da Rua São Sebastião. Porém, o projeto do vereador não prosperou na Câmara.

(Publicado em 15/10/14 - 12h04)



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/