mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Vícios de alunos ao volante dificultam trabalho dos instrutores de auto-escolas

Por: JANEIVA PAIXAO SILVA

10/10/2014

Visando minimizar a violência no trânsito brasileiro, em 2011 o Ministério das Cidades (DF) lançou o Pacto Nacional pela Redução de Acidentes (PARADA). O pacto atende a resolução da ONU que institui o período de 2011 a 2020 como a "Década para a Redução de Mortes no Trânsito". Os instrutores e examinadores de Detrans de todo o país realizam o provão anual, aplicado desde 2013, com o objetivo de uniformizarem procedimentos na formação dos novos condutores.

De acordo com a instrutora Cleia Luppi, o profissional da área deve ter conhecimentos sobre a legislação do trânsito, sobre direção defensiva e noções de primeiros socorros, bem como conhecer as regras de circulação e conduta no trânsito. 

Segundo Luppi, muitas pessoas chegam à auto-escola com algumas manias de dirigir. É o caso da estudante Vitória Ferreira, de 22 anos, habilitada há dois meses, que dirigia sem habilitação desde os 17 anos. "Não tinha muito conhecimento de direção defensiva, apenas guiava com o que havia aprendido com outras pessoas", confessa.

Para a Instrutora, essas "manias" dificultam o trabalho do instrutor, tanto o prático quanto o teórico. "Os alunos que chegam à auto-escola com vícios na forma de dirigir precisam ser trabalhados para corrigi-los, o que acaba prolongando o tempo de aprendizagem", ressalta.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Avante Brasil, em termos absolutos, o Brasil é o 4º país do mundo com maior número de mortes no trânsito, ficando atrás somente da China, Índia e Nigéria. Em 2014, o número estimado de mortes no trânsito  é de 48,349 mil.

Para a boa segurança no trânsito, Cléia aconselha o condutor a estar sempre atento aos cinco elementos básicos da direção defensiva: conhecimento, atenção, previsão, decisão e habilidade. Que respectivamente se traduzem em conhecer o seu veículo e as leis do trânsito, estar sempre atento quando no comando do veículo, prever o que poderá acontecer, decidir o que fazer nos momentos de perigo e desenvolver a habilidade de manobras. 

A instrutora recomenda ainda que o condutor sempre mantenha o controle emocional e lembra: "A paciência é uma das maiores virtudes do ser humano, então vamos exercitá-la no trânsito! " 

(Publicado em 11/10/14 - 1h11)

 



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/