Ageuniara

Pets dominam lares brasileiros

Por: LUÃ NOVAES VIEGAS

08/10/2014

Os animais de estimação, que antes eram vistos muito mais como protetores da casa, e dormiam no quintal; hoje são tratados como verdadeiros membros da família no Brasil. De acordo com a Comissão Animais de Companhia (COMAC), 55% dos cães dormem dentro de casa e 23% dentro do quarto, a maioria na cama do dono.

Segundo o empresário, Celso dos Santos, de 45 anos, morador de São Carlos (SP), a alguns anos atrás, ele nunca imaginaria que teria duas cachorras vivendo dentro de sua casa. “Eu não era a favor de animais dentro de casa. Porém, após muita insistência da minha mulher acabei cedendo, e em 2010 compramos uma filhote de YorkShire, a Nancy. Em 2013, colocamos a Nancy para cruzar, e nasceu a Nina, e hoje as duas dormem na cama, comigo e com a minha esposa. É incrível como a gente acaba se apegando aos animais, hoje as considero como filhas, vão para todos os lugares com a família”, contou.

De acordo com a estudante de Psicologia, Joana Ayres, o animal de estimação hoje, passou da condição de animal a melhor amigo para muitas pessoas, substuindo, até mesmo, a presença de um filho. “Desde a década de 90 constata-se a humanização do tratamento aos animais. É uma relação delicada e, ao mesmo tempo, controversa, pois pode ser um fator determinante para reconfiguração das relações humanas, uma vez que o elo de pessoas e seus animais domésticos se estabelece de forma consistente. Com certeza, ao abordar esta temática, os principais pontos a consideradar são: uma valorização do animal frente ao ser humano e os incontestáveis benefícios que esta convivência pode trazer”, explica. 

 A estudante de medicina veterinária, Stephanie Ghise, conta que realmente a relação do dono com o animal mudou bastante. “Hoje em dia, o dono se preocupa muito mais com o animal de estimação. Se antes, o animal comia os restos da refeição da família, hoje os animais comem rações, que são elaboradas por nutricionistas e que atendem toda sua necessidade energética,entre outros benefícios. E não existe economia quando se trata da saúde do animal”, observa.

(Publicado em 08/10/2014 -20h25).



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/