Ageuniara

Posto de Coleta de leite humano completa um ano em Matão

Por: PAOLA MORAIS ROCHA GONÇALVES

03/09/2014

O Posto de coleta de leite humano em Matão(SP) "Luzia Valila do Nascimento" comemorou em julho, um ano. Inaugurado dia 27 de Julho de 2013, o Posto foi implantado no hospital “Carlos Fernando Malzoni”. 

O local recebeu o nome da ex-funcionária Luzia Valila do Nascimento, falecida em 2008, mas que, por vários anos de sua vida e carreira, prestou relevantes serviços em pról da comunidade e dos recém-nascidos. Tudo se inicia com o processo de coleta, onde a mãe já é orientada a doar desde o início.

A coordenadora do Posto de Coleta e Fonoaudióloga, Thais Baldan de Camargo, 33, explica que "para a mãe se tornar uma doadora, ela sempre que terminar de amamentar seu filho, é a hora de fazer a ordenha manual, que é a retirada desse leite, fazendo uma massagem e retirando um pouco leite. Ele deve ser armazenado em um  frasco esterilizado por 15 minutos, de vidro com tampa plástica e, após isso, deve ser levado diretamente ao congelador.”

Após essa etapa, o leite é encaminhado ao Banco de Leite Humano de Ribeirão Preto(SP), onde é feito a pasteurização e vários testes de qualidade e, quando aprovado, retorna para Matão.

Após a ordenha manual da mãe, o leite possui a validade até dez dias para ser pasteurizado, posteriormente ele tem validade de seis meses no congelador.

No decorrer de um ano, já se beneficiaram, no Posto, cerca de 35 bebês, sendo eles do neonatal do hospital, que são os prematuros, com apenas um dia de vida ou com mais tempo, dependendo de cada situação.

As mães podem começar a doar assim que tiverem seus filhos.Não há uma época certa, desde que não usem medicamentos que impeçam a produção do leite.

A amamentação é muito importante aos recém-nascidos, protege contra infecções, alergias, pneumonias, meningites, diarreia, desnutrição, doenças crônicas, além de melhorar o desenvolvimento mental, melhor desenvolvimento neuro-psicomotor e melhor imunização.

” Um bebê na UTI neonatal em média consome de 200 a 300 ml de leite por dia, tudo dependendo da prescrição do médico, começa de bem pouca quantidade e, conforme vai se passando o tempo, a quantidade vai aumentando", observa a coordenadora.

Hoje, a UTI tem capacidade de sete leitos de neonatal, sendo de uso dos bebês prematuros e três pediátricos, para bebês com mais de um mês de vida.

Infelizmente a realidade do Posto é bem diferente do esperado, os estoques de leite seguem baixos, e para que isso mude é necessária a realização de campanhas, e muita conscientização de todas as mães.

A doadora voluntária Luciana Menezes, 33, diz como se sente participando dessa ação. " Para mim é muito importante e gratificante, saber que eu estou ajudando na vida de um bebê, nós sabemos o quanto o leite materno é necessário, tenho a visão de uma boa intenção de ajudar uma outra criança, além  da minha."

O Posto "Luzia Valila do Nascimento" possui hoje sete bebês no neonatal. Uma dúvida bastante frequente entre a população, é que o Posto não é para mães que não possuem leite, ou estão com alguma dificuldade de amamentar seus filhos, e sim aos bebês prematuros que estão na UTI neonatal.

As mães que estão com dificuldades de amamentar, devem procurar o Posto para receber ajuda e informações necessárias para saber o que está acontecendo e reverter o caso.

O Posto de Coleta de leite humano de Matão funciona de segunda à sexta-feira das 7h às 13h. Mais informações, podem ser obtidas pelo telefone (16) 3383 2500.

Curiosidades

- A produção do leite depende do esvaziamento da mama, quanto mais a mulher amamenta ou esvazia as mamas, mais leite ela produz.

- Todo leite descongelado não deve ser congelado novamente.

- 1 litro de leite materno doado pode alimentar cera de dez recém-nascidos por dia, dependendo do peso.

Fonte: Posto de Coleta de Leite Humano de Matão.

(Publicado em 03/09/2014 - 19h32).



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/