202009280925

mostrar mensagem ]

AVISO DE PRIVACIDADE

A proteção dos seus dados pessoais é importante para nós. Adotamos as melhores técnicas para deixar esse site seguro. Estamos atualizando nossa política de privacidade e termos de uso do site. Em breve, ela estará aqui para você saber o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Centro de Zoonoses de Ibaté adota animais abandonados

Por: FRANCILEIDE CRISTINA PRATAVIERA

20/03/2013

Em função do grande número de cães e gatos soltos pela cidade, a prefeitura de Ibaté(SP) decidiu implantar o Centro de Controle de Zoonose (CCZ).

Inaugurado em 2007, tem como objetivo cuidar de animais abandonados, oferecendo atendimentos e cirurgias de esterilização e diminuir o número de animais nascidos e abandonados.

O CCZ tem total apoio financeiro pelo órgão responsável que é a prefeitura. Assim, todo material utilizado no Centro é comprado pela prefeitura, sendo todos de ótima qualidade, valorizando o bem estar dos animais que passam pelos tratamentos.

A médica veterinária responsável pela CCZ, Claudia Boschilia, conta que desde 2007, foram feitas por ela 3.500 cirurgias de esterilização de cães e gatos, deixando assim de nascer 21.000 animais, que provavelmente estariam nas ruas. "Já foram recolhidos aproximadamente 700 animais que são encaminhados para lares adotantes. Só que o maior problema é que as pessoas que adotam os animais não apresentam a posse responsável,e abandonam seus próprios animais, quando estes eram filhotes bonitinhos e, agora, mais velhos, eles decidem deixá-los na rua sem nenhuma compaixão ou humanidade", observa.

"A dificuldade é que, enquanto se é doado um animal, as pessoas, sem nenhum caráter, abandonam quatro animais nas ruas, ficando, assim, difícil de resolver este problema de cidadania e respeito ao ser vivo", declara.

A veterinária diz também que o CCZ sempre está lotado, pois ela é totalmente contra a "Carrocinha", que é proibida por lei."Em Ibaté não é assim, pois seu trabalho é voltado para a reeducação da posse responsável e castração".

Apesar do trabalho feito na cidade estar indo muito bem, Cláudia faz questão de ressaltar que a prefeitura da cidade faz o que é possível para melhorar e dar condições adequadas, no sentido de resolver esse problema de abandono. "As pessoas precisam aprender a ter consciência, e prenderem seus animais dentro de casa quando saem para trabalhar ou passear e não deixá-lo soltos na rua, pois 80% dos animais que são encontrados na rua têm um dono irresponsável",denuncia.

Abandono

A veterinária fala também que o abandono de animais nunca terá fim. Para ela, a lei de proteção animal deveria ser muito mais rigorosa. "Infelizmente, o ser humano precisa sentir no bolso para aprender", salienta.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/