Ageuniara

Alunos de Monte Alto praticam Try Rugby

Por: BRUNA FERNANDES GALO

07/11/2012

Alunos do SESI, de Monte Alto(SP), estão aprendendo Try Rugby com o professor inglês Gary Collin Becker.O projeto envolve uma parceria com a prefeitura local que disponibilizou um campo para a prática do esporte.

O intuito das aulas está em divulgar o esporte como uma nova opção de aula e incentivar as modalidades olímpicas em que o Brasil necessita de atletas e parcerias. Não há exclusão de alunos (obeso, rápido, baixo, alto) pois, todos têm suas funções definidas no jogo.

O esporte é uma parceria exclusiva voltada aos alunos das escolas do SESI e, se houver tempo para uma expansão, terá uma divulgação para professores e entidades externas para também conhecerem o Try Rugby, que é a base do Rugby (considerado o segundo esporte mais popular do mundo), pois não tem muitas regras e não tem contato.

O coordenador do Departamento de Esporte e Lazer de Monte Alto, Danilo Lanfredi, que também é professor em Sertãozinho (SP,) conta que o Rugby vem crescendo a cada ano no Brasil. “Contando atualmente com 30 mil praticantes, o projeto Try Rugby, do SESI-SP, vai inserir 10 mil novos praticantes - alunos da rede escolar. O que não sabemos é como o SESI-SP vai funcionar após a ída dos 12 técnicos para Inglaterra (meados de julho de 2013), quando termina o projeto. Qual será o próximo passo? Vai alimentar a continuação do Rugby em nossa região, ou para por aí? Quando tivermos tais respostas é que poderemos pensar, ou não, em alguma coisa para o nosso município”, esclarece.

Para Lanfredi, a prefeitura municipal está de portas abertas para uma parceria com o SESI-SP, mas não poderá arcar com esta nova modalidade, como oficial do município, uma vez que se trata de um esporte caro e não tradicional para a região.

Ele conta que, inicialmente, os pais ficaram com medo dos filhos praticarem o Rugby. “Primeiramente eles pensaram que os filhos iriam se machucar, mas aos poucos foram conhecendo melhor o esporte e estão dando apoio aos professores. Sendo assim, os alunos estão gostando por ter mais uma opção de aula e estão diretamente ligados ao técnico inglês, Gary, durante às quintas-feiras e a evolução básica está acontecendo normalmente. Os alunos estão passando pela base até dezembro e, a partir do ano que vem, terão mais conhecimentos.Assim,teremos também mais informações”, explica.

O aluno do SESI e praticante do Try Rugby, Breno Leoni, 15, acha o esporte diferente, porém, de grande importância. “Não estamos acostumados com esse tipo de esporte. Aprendemos culturas diferentes e aprimoramos o inglês, pois o professor utiliza muita gíria. Fizemos estudo sobre o esporte, juntamente com o professor Gary: regras, campo, o que utiliza no jogo. Logo, fomos no campo e tivemos aula com o professor de Educação Física que ía nos auxiliando”,relata.

Segundo informações do site Monte Alto Agora (www.montealtoagora.com.br) Gary esteve na cidade no dia 18/10 e virá todas as quintas-feiras até julho de 2013.

De acordo com o site, as aulas fazem parte do projeto Try Rugby, uma parceria do SESI com British Council e Premiership Rugby, que selecionou os 12 técnicos que atuarão nos 12 pólos do SESI no Estado de São Paulo.

Monte Alto está na área de Matão(SP) e, conforme informações do site, os técnicos têm entre 19 a 43 anos, se formaram nas Universidades da Inglaterra e possuem grande experiência em clubes do Reino Unido. Além de atuarem como técnicos, também irão capacitar os professores do SESI, dando continuidade no projeto após o seu início.

Os montealtenses que serão capacitados são: Júlio César Encinas Rabaza, professor do SESI em Monte Alto, Danilo Lanfredi (Tininho), professor em Sertãozinho, e Evandro Lima, em Jaboticabal(SP).

Saiba como funciona o Try Rugby

De acordo com Lanfredi, um dos professores que está sendo capacitado ao esporte, o Try Rugby é composto por sete atletas de cada time, e toda vez que o atleta consiga tocar no outro em qualquer parte do corpo, é considerado uma falta e a equipe tem que se recuar sete metros para a cobrança da falta até que consiga fazer o Try (passar pela linha de fundo do campo e colocar a bola no chão sem nenhuma intervenção)."O passe de bola feito com as mãos tem que ser sempre para trás e para sempre tem que ser feito com chute", explica.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/