Ageuniara

Criminosos que aterrorizaram Américo e região são presos

Por: EDNA ADRIANA NOVAIS MOREIRA

20/04/2012

Após onda de roubos e furtos em Américo, foi preso na sexta-feira, 13 de abril, identificado como “Ratinho”, o último integrante de uma das quadrilhas que estavam aterrorizando moradores da cidade e região.

Segundo o tenente da Polícia Militar, Ricardo Domingos Junior, 34 anos, três quadrilhas cometiam os crimes na região. A identificação dos criminosos foi feita através de informações dos moradores, vídeos e fotos.

Em uma ação conjunta, a Polícia Militar e a Polícia Civil se uniram para cercar e efetuar a prisão dos criminosos. O tenente afirma que todos os integrantes destas quadrilhas já estão presos e foram encaminhados para penitenciárias da região.

A cidade de Américo Brasiliense, que possui aproximadamente 32 mil habitantes, ficou assustada com a incidência de furtos e roubos. Os moradores acostumados à vida pacata e a manter as portas destrancadas tiveram que mudar seus hábitos e manter certa vigilância, pois não havia alvo específico.

Ocorreram assaltos em residências, prédios e comércios locais. Como medida preventiva, os comerciantes colocaram barras de ferro, grades, correntes e cadeados em suas lojas.

De acordo com dados disponibilizados no site da Secretaria de Segurança Pública, Américo teve um aumento de 13% nos índices de crimes nos meses de janeiro e fevereiro, se comparado com o mesmo período do ano de 2011. Foram 49 ocorrências contra 62 registradas este ano.

Agora após a prisão de todos os envolvidos a cidade possui índice zero de crimes.

Alerta com a ação dos criminosos, o Conseg (Conselho de Segurança Municipal), apresentou, em reunião realizada em 29 de março, propostas para o aumento da segurança em Américo.

O presidente do Conseg, Luis Carlos Rosato, relata que durante a reunião foram apresentadas seis propostas para melhorar a segurança na cidade. São as seguintes:

- Intensificação de comandos preventivos e repressivos das policias locais.

- Convênio entre o Estado e o município, propondo um aumento da carga horária dos policiais, que seria paga pelo município.

- Criação de uma lei de proporcionalidade, um determinado número de policias para atender certo número de habitantes.

- Policiamento realizado através de motos, o ROCAM (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas). Isso facilitaria o atendimento às ocorrências, por se tratar de um veículo prático e rápido.

- Instalação de 30 câmeras de segurança em pontos estratégicos da cidade. Estas câmeras teriam um alcance de até 800 metros.

Segundo Luis Rosato, não há uma data específica para a implantação destas propostas. Ainda estão aguardando aprovação de verba para a compra das câmeras. O valor estimado é de aproximadamente R$ 150 mil.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/