202009191201

mostrar mensagem ]

AVISO DE PRIVACIDADE

A proteção dos seus dados pessoais é importante para nós. Adotamos as melhores técnicas para deixar esse site seguro. Estamos atualizando nossa política de privacidade e termos de uso do site. Em breve, ela estará aqui para você saber o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Estudantes matonenses de Administração e Direito não terão transporte gratuito

Por: MATHEUS EDUARDO CARVALHO

14/10/2011

Um projeto de lei que veta o transporte gratuito para os estudantes matonenses de Direito e Administração que optam por estudar em outras cidades foi aprovado pela Câmara Municipal de Vereadores no último dia 26 de setembro.

A razão para o corte, segundo o Presidente da Câmara e autor do projeto, Agnaldo Navarro, é incentivar os estudantes a realizarem seus estudos na cidade de Matão, já que estes dois cursos (Direito e Administração) são oferecidos pelo IMMES (Instituto Matonense Municipal de Ensino Superior) e pela Faculdade Anhanguera.

A Prefeitura de Matão disponibiliza, desde o ano de 2005, transporte gratuito a todos os estudantes matonenses para as cidades de Araraquara, São Carlos, Taquaritinga e Jaboticabal, sejam eles estudantes do ensino médio, de cursinho pré-vestibular ou ensino superior.

A medida, proposta pelo presidente da Câmara, Aguinaldo Navarro, vai contra a vontade inicial do Prefeito Adauto Scardoelli,que ainda precisa sancionar o projeto para que este se torne lei, mas o presidente Agnaldo Navarro garante: “É bom para os alunos, é bom para as nossas faculdades e não podemos deixá-las irem embora de Matão".

O projeto só passará a valer a partir de 2012. Os estudantes de Direito e Administração que já estão matriculados e/ou cursando nas cidades vizinhas até o ano de 2011 não serão afetados pelo corte.

Atualmente, o IMMES possui 50 Estudantes de Direito e 50 de Administração por sala. Já a faculdade Anhanguera possui em média 90 estudantes de Administração por sala.

Ainda não há informações sobre o número de vagas que serão abertas nestas faculdades para esses dois cursos em 2012, mas caso seja mantida a média dos anos anteriores, serão em média 190 novos estudantes, fora os que não quiserem estudar na cidade.

Leonardo, estudante de cursinho, é um desses. “Isto é um absurdo e muito injusto, pois tira de nós, estudantes, o direito de escolha. Já que querem incentivar o estudante, que paguem o transporte, pois não estava nos meus planos estudar em Matão”, ressalta Leonardo, que pretende cursar Direito na cidade de Araraquara no ano que vem.

Matão é a única cidade da região, que se tem conhecimento, onde é disponibilizado transporte gratuito aos estudantes diariamente. Segundo o estudante Leonardo, “muitos estudantes quase não dão conta de pagar somente faculdade, agora com este projeto, os que terão que pagar o transporte serão muito prejudicados”, ele diz.

Nas cidades de Jaboticabal e São Carlos, por exemplo, os estudantes chegam a pagar em torno de R$ 100 pelo transporte diário até a cidade de Araraquara, segundo alguns alunos do curso de Jornalismo. O transporte, neste caso, é particular, contratado por um grupo de estudantes.

Mesmo com todas as contradições, o vereador Agnaldo Navarro acredita que o projeto é benéfico para a educação na cidade e para os estudantes. “Lutamos tanto para que se tivesse faculdade na cidade, e agora nós garantimos a permanência delas em Matão. Não prejudicamos de maneira alguma o estudante que vai estudar em outra cidade”, afirma o vereador.

Os alunos dos demais cursos não serão afetados pelo projeto, que deve ser sancionado pelo prefeito nas próximas semanas, segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Matão.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/