mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Baixa umidade relativa do ar é preocupante em São Carlos

Por: KARINE DE ALMEIDA TEIXEIRA

21/09/2010

Na semana passada a umidade relativa do ar chegou a 10% em São Carlos(SP), entrando em estado de emergência.De acordo com valores definidos pela OMS (Organização Mundial de Saúde)o ideal gira em torno de 50% a 80%,já o estado de atenção é entre 20% a 30%.O estado de alerta é 12% a 20% e abaixo dos 12%, considera-se estado de emergência.

O inverno no estado de São Paulo está sendo mais seco e com temperaturas cada dia mais elevadas, diferente do ano passado que foi chuvoso.Para o meteorologista do Inmet(Instituto Nacional de Meteorologia), Franco Villela, as frentes frias, que são mais comuns no inverno, provocam chuva em um primeiro momento, mas posteriormente instalam uma massa de ar seco.

Com as baixas temperaturas os índices de umidade fazem aumentar os casos de doenças respiratórias como asma, bronquite e rinite, além das queimadas em terrenos e racionamento de água. E, para evitar os problemas respiratórios nessa época, é importante manter no ambiente um umidificador de ar, beber bastante água, lavar o nariz e olhos com soro fisiológico, usar hidratante labial e corporal e sempre evitar o sol.

Para diminuir os problemas causados pelo frio e pela baixa umidade, o diretor do departamento da Defesa Civil,de São Carlos, Heleno Irami do Nascimento, explica que é fundamental seguir as orientações,manter a higiene doméstica, evitar atividades físicas entre as 10h às 17h e evitar animais dentro de casa.

As internações na UPA (Unidades de Pronto Atendimento), da cidade, cresceram nesse período de seca 20% de acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, indice que pode aumentar caso a estiagem continue.

Por esse motivo, algumas medidas de prevenção foram tomadas junto aos alunos da rede municipal de Educação, para evitar as doenças respiratórias e a perda de água no organismo.

Segundo a chefe de divisão do programa "Escola Nossa", da Secretaria Municipal de Educação, Renata Pierini Ramos assim que a notícia do tempo seco foi recebida, a Secretaria enviou às escolas uma circular de alerta para a adaptação das atividades físicas. “Já temos professores com larga experiência na área de Educação Física, mas nesse caso sempre reforçamos os cuidados a serem tomados,” afirmou Renata.

Com o clima seco e a falta de chuva os índices da baixa umidade são preocupantes, já que as temperaturas estão cada dia mais elevadas.Segundo Nascimento, em agosto não houve resgitro de chuva,por exemplo.

Esse período de seca também interfere nos abastecimentos de água em algumas residências de São Carlos, que de acordo com a assessoria de imprensa do SAAE(Serviço Autônomo de Água e Esgoto), alguns bairros podem sofrer racionamento das 16h até as 11h.

A Defesa Civil alerta ainda a população para que não coloque fogo em terrenos baldios e vegetação seca, pois a baixa umidade pode aumentar as chances de incêndio nas pastagens florestais, já que os focos de incêndio se alastram com mais facilidade nesse periodo, piorando a qualidade do ar.

A previsão desta semana,para São Carlos, segundo o site Tempo Agora(www.tempoagora.com.br), é que o tempo seco continue, sendo que o índice não ultrapassará os 30% estando em estado de atenção, e as temperaturas podem variar entre 30C° e 35C°.

Contudo, há previsão de chuva para o final de semana e a umidade relativa do ar deverá ficar acima dos 60% que é considerada ideal.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/