Ageuniara

Araraquara promove conscientização contra o trabalho infantil

Por: RENATA TOFFINO

29/06/2010

A prefeitura de Araraquara (SP), por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREA) e do Centro de Referência da Saúde do Trabalhador (CEREST), procura conscientizar a população sobre a importância de denunciar os casos de trabalho infantil aos Conselhos Tutelares e ao Creas.

Segundo informações da prefeitura de Araraquara, os tipos de violência contra crianças e adolescentes mais conhecidos são: a negligência, abandono, violência psicológica, violência física, violência sexual e o trabalho infantil.

“Araraquara precisa marcar um gol contra o trabalho infantil e mostrar um cartão vermelho para esta exploração e este tem que ser um esforço contínuo para a erradicação do trabalho infantil", afirmou o Secretário Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, José Carlos Porsani,através da assessoria de imprensa da prefeitura.

Para o prefeito de Araraquara, Marcelo Barbieri (PMDB),conforme destaca a assessoria de imprensa,a participação de cada um é fundamental para que isso aconteça.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura de Araraqura,um ponto importante é que em 2009 eram 1.600 alunos inseridos no Programa Social de Solução Complementar e hoje já são 2.400 estudantes.

Mais informações sobre o trabalho infantil em Araraquara podem ser obtidas pelo telefone (16)3301-1566. Denúncias também podem ser feitas pelo telefone (16)3333-4389.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/