Ageuniara

Matão promove a "IV Semana Chico Xavier”

Por: CÁSSIO LEONARDO CARRARA

22/06/2010

Matão(SP) realizará, entre os dias 27 de junho e 3 de julho, a "IV Semana Chico Xavier”, com atividades gratuitas programadas durante uma semana em homenagem ao médium mineiro, que em 2010 completaria 100 anos.

O evento é uma promoção da União das Sociedades Espíritas de Matão (USE) e foi instituído pela Lei Municipal 3.804, de 7 de novembro de 2006, através do projeto de lei nº 088/06 de autoria do vereador Moacir Matturro(PSDB).Desde 2007, uma semana do ano é reservada para a realização de palestras públicas e outras atividades culturais, relativas à vida e obra de Chico Xavier.

“Matão é uma cidade de tradição espírita, marcada pela presença, força e pioneirismo de Cairbar Schutel. O evento celebra o reconhecimento da cidade pela vida e obra de Chico Xavier, e vem levar ao público a importância deste vulto que a humanidade dispõe como exemplo de amor”, afirma Willian Renato Polezi, presidente do Centro Espírita Bezerra de Menezes, uma das sedes do evento.“O nome de Chico Xavier, pela própria lei de causa e efeito, sempre atrai o respeito de quem conhece sua vida e suas ações, que foram motivos de muitos livros e um recente filme, recorde de audiência, sobre sua vida”, completa Polezi.

Este ano, um dos destaques do evento será a presença do jornalista Saulo Gomes, em sessão solene na Câmara Municipal, dia 30 de junho, às 20h. Saulo Gomes era responsável pelo programa “Pinga Fogo”, da extinta TV Tupi, que no dia 28 julho de 1971, exibiu uma entrevista com Chico Xavier, com duração de três horas (a previsão inicial era de 60 minutos) e registro de 75 pontos de audiência, segundo dados do livro “Pinga Fogo com Chico Xavier”, de autoria do próprio Saulo Gomes, um recorde jamais igualado por qualquer outro programa de televisão no Brasil.

“Saulo Gomes chegou a ser considerado o maior repórter do Brasil, pela sua coragem, determinação e criatividade nas reportagens que coordenou e apresentou, entre elas, a de Chico Xavier, que tornou o médium conhecido e respeitado por todo país”, destaca Orson Peter Carrara, editor, escritor e palestrante espírita.

Além da presença de Saulo Gomes, a "IV Semana Chico Xavier” também prevê a realização de uma exposição de livros, vídeos e fotos na Casa da Cultura “Prefeito Armando Bambozzi”, e um ciclo de cinco palestras nos centros espíritas da cidade.

Adeilson Salles, do Guarujá(SP), escritor de diversos livros espíritas infantis e um dos palestrantes convidados para o evento, afirma que “na obra de Chico Xavier, observamos uma literatura voltada para o homem em todas as fases da sua vida: infância, adolescência e idade adulta. Como venho escrevendo livros para crianças e jovens, não poderia deixar de abordar o aspecto educativo de Chico Xavier”.

A obra de Chico Xavier

Chico Xavier ficou conhecido nacionalmente pelas centenas de cartas e livros psicografados, com mensagens educativas e consoladoras. “Chico deixou um acervo de mais de 400 obras psicografadas, de mais de 600 autores, entre poetas, cientistas, cronistas, literatos, personagens da vida comum e nomes ilustres da história. Os principais livros são produzidos pelo benfeitor espiritual Emmanuel, com mais de 100 títulos, entre romances e obras doutrinárias de estudo do Espiritismo e do Evangelho”, destaca Carrara. “Seus livros possuem tradução para mais de 30 idiomas. Chico é o protótipo de homem de bem do futuro”, completa.

Além da extensa produção literária, Chico Xavier também possui reconhecimento pela prática da caridade e extrema bondade que o caracterizava. “O legado de Chico Xavier é respeitado por todas as pessoas, independente da religião. Em uma sociedade tão carente de exemplos dignificantes, a imagem de Chico Xavier deve ser exaltada não no aspecto personalista, mas na valorização do seu legado de amor. Não há como dissociar o médium mineiro da veneranda Doutrina Espírita e de Jesus”, exalta Salles.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/