mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Roubo a repúblicas faz estudantes investirem em segurança

Por: LUIS GUSTAVO RIZZO

01/06/2010

O roubo a repúblicas se transformou num problema comum nas cidades universitárias,como São Carlos (SP).Segundo informações da Polícia Militar, só nesse ano foram registrados três casos de roubos em repúblicas.

Para o tenente da Policia Militar, Renato Gonzalez, esse tipo de situação acontece porque “os estudantes não tomam os devidos cuidados com a segurança, abrem as portas para desconhecidos, durante festas, e como são muitas pessoas morando na mesma casa, o entra e sai é constante.Os bandidos estudam a rotina das vítimas e aproveitam qualquer distração”,observa o tenente.

A falta de segurança para universitários faz com que eles, invistam em tecnologias.Um bom exemplo são os nove moradores da república Taj Mahal, de São Carlos. Eles instalaram alarmes e sensores por toda a casa, cortaram galhos de uma árvore para dar espaço a um refletor e investiram um método para manter a segurança da casa, com um esquema de pontuação.

As medidas foram adotadas após o grupo ficar na mira de revólveres de assaltantes, durante duas horas, em 19 de abril. O roubo foi um dos três registrados em repúblicas de São Carlos, o que obrigou os estudantes a mudar a rotina. Nenhum assaltante foi preso.

Para Júlio Felipe Almeida, 19 anos, aluno de Engenharia Mecânica da Universidade de São Paulo(USP), restou o prejuízo financeiro e o trauma. “Nos primeiros dias, bastava ver uma moto passando, perto de casa para que meu coração disparasse”,completa.

Depois do assalto, os estudantes resolveram investir em segurança e estão gastando R$ 300,00 a mais por mês, para garantir a proteção da casa.Eles também querem comprar um cão de guarda, da raça pastor alemão.

Ainda assim, pelo menos dois moradores devem sair da república em busca de segurança.Um deles é Marco Aurélio(que prefereu não revelar o sobrenome), 22 anos, que tem seis meses para concluir o curso de Engenharia Mecânica e vai para um apartamento,onde pretende morar até o final do ano.“Minha mãe ficou preocupada e pediu para que eu mudasse para um apartamento. È triste, porque morar com os amigos era muito bom e me ensinou muita coisa importante”,diz.

É muito mais fácil assaltar uma república do que uma casa de família, não há expectativa de enfrentamento por parte dos estudantes e dificilmente os estudantes estão armados.Porém,essa não é uma realidade somente de São Carlos."Em todas as cidades universitárias, os estudantes descuidam da segurança",afirma o tenente da Policia Militar.

Dicas de segurança da PM:

A Polícia Militar, de São Carlos, orienta que é preciso mais cuidado por parte dos moradores, em trancar portões e portas, verificar o movimento externo antes de entrar em casa. De acordo com a Polícia Militar, o ideal é que cada morador, tenha um chave da casa. Tudo isso são medidas, que podem evitar alguém ser surpreendido pelos bandidos.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/