Ageuniara

Ex-atleta olímpica é aluna da UNIARA

Por: NATHALIA DI BUONO NICOLA

12/11/2009

A estudante do 4º ano de Bacharelado, em Educação Física, do Centro Universitário de Araraquara(UNIARA), Roseli do Carmo Gustavo, que já tem Licenciatura na área, leva uma bagagem profissional que poucos conhecem. Ex-jogadora da seleção brasileira de basquete, a ala Roseli, encanta pela sua simpatia e história de vida.

Apaixonada pelo basquete a atleta ingressou, aos 13 anos,no time de basquete da Universidade Metodista de Piracicaba(UNIMEP) e, após três anos, veio a primeira surpresa: foi convocada para fazer parte da seleção adulta brasileira de basquete. Antes,ela já havia defendido a seleção em outros níveis como o infanto-juvenil.“Chegar à seleção brasileira é o desejo de todo atleta. Quando a pessoa começa a treinar, o objetivo é chegar à seleção. Consegui alcançar meu objetivo e fiquei muito tempo”, declarou Roseli.

A partir daí, sua carreira deslanchou, participou das Olimpíadas de Atlanta(EUA), em 1996, onde foram vice-campeãs, do jogos Panamericanos em Cuba, em 1991, e das Olimpíadas na Austrália, em 2004, onde levaram o título de campeãs do mundo.

Hoje, aos 38 anos, Roseli se diz realizada. “Consegui alcançar meu objetivo e fiquei muito tempo na seleção. Não é difícil chegar, é difícil se manter lá dentro. Então, acho que tenho minha carreira completa”, declarou.

Projeto Roseli de Basquete

Além de assistente técnica da Fundesporte de Araraquara(SP), este ano, Roseli criou um projeto chamado “Projeto Roseli de Basquete”. O projeto atende meninas entre 10 a 15 anos, de escolas públicas, e que buscam uma oportunidade no esporte. “Meu projeto é criar, em Araraquara, um núcleo de basquete, para que as meninas possam treinar aqui e não precisem sair de casa. Afinal, eu tive que sair de Araraquara para crescer no basquete”, conclui Roseli.

Roseli permaneceu 20 anos na seleção brasileira e está fora de quadra há dois anos. Apesar dos convites para voltar a jogar, ela possui outros planos na sua vida, pretende se dedicar aos estudos, fazer especialização e se envolver em mais projetos.

“Estou totalmente realizada. Agora, com meu projeto, quero dar oportunidade às meninas de Araraquara”, finaliza.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/