mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Conferência Estadual da Criança e do Adolescente reúne mais de mil pessoas

Por: LELIETE BIZARI

06/11/2009

Araraquara sediou, nos dias 24, 25 e 26 de outubro, a VIII Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente com o tema “Construindo Diretrizes da Política e do Plano Decenal”.

Durante o encontro, que reuniu mais de mil participantes de diversas cidades do Estado, foram definidas as diretrizes para a Política Nacional, que serão remetidas ao Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA), e eleitos os delegados que representarão o Estado na Conferência Nacional, sendo três deles da região de Araraquara.

Durante o evento, que é uma realização do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONDECA), os participantes assistiram a apresentações culturais de projetos sociais desenvolvidos em Araraquara, como o Projeto Guri, da Fundação Casa.

O prefeito Marcelo Barbieri participou da Conferência e falou sobre as ações desenvolvidas na cidade em benefício das crianças e adolescentes, como o projeto Escolinhas de Esportes, que conta com a participação de mais de cinco mil crianças e adolescentes.

“Um dos trabalhos que mais me alegrou foi o guia sobre abuso sexual contra crianças e adolescentes, desenvolvido pelo CREAS-Girassóis [Centro de Referência Especializado da Assistência Social]. Com a distribuição desse material, Araraquara tem conseguido bons resultados, pois os casos de violência estão sendo denunciados”, afirmou o prefeito.

Mauro Henrique Teixeira, Conselheiro Tutelar I em Araraquara, considera "importantíssimo" este trabalho de discussão e levantamento de possíveis soluções para os problemas encontrados na cidade com relação à criança e ao adolescente. “Reconheço a importância de discutirmos os problemas, mas só alcançamos a solução quando tiramos as idéias do papel e as colocamos em prática”, afirmou o conselheiro.

O número de atendimentos realizados somente pelo Conselho Tutelar I é considerado alto pelos profissionais da área. “95% das denúncias que recebemos mensalmente são improcedentes, mas dentro das denúncias reais, atendemos cerca de quatrocentos casos onde a grande maioria é, infelizmente, abuso sexual” relatou Eduardo Pagliarini, auxiliar administrativo do Conselho Tutelar I.

Dentro das diretrizes propostas na Conferência, na de número 4, Eixo I, pode-se ler, entre outras coisas: “Implementar mecanismos de boa qualidade na educação com a permanência da criança e do adolescente na escola (...)”.

“É a isso que me refiro quando falo na importância de tirarmos as idéias do papel. Na teoria tudo funciona perfeitamente, mas Araraquara tem um grave problema de crianças e adolescentes que fogem diariamente das escolas ou deixam de freqüentar as salas de aula até que o pai/mãe ou a professora resolva procurar o conselho tutelar para que façamos algo”, contou Mauro.

O Conselho Tutelar I atende cerca de quatrocentas denúncias durante o mês. Abuso sexual, maus tratos e evasão escolar são as mais frequentes.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/