mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Vendedores ambulantes não podem ocupar pontos fixos em S. Carlos

Por: NATIA FERNANDA DOS REIS

29/09/2009

Devido a reclamações dos comerciantes regularmente instalados no calçadão da rua General Osório e na Praça do Comércio de São Carlos, os ambulantes precisaram sair de seus pontos de vendas.

Os comerciantes regulares reclamam da venda de produtos ilegais (piratas), da ocupação irregular de vias públicas, dificultando a circulação dos consumidores, da invasão de calçadas e da fixação de barracas.

Horácio Duarte de Souza, comerciante, reforça as queixas: “Os vendedores ilegais atrapalham a circulação de consumidores, os ambulantes que fazem brincos, colares, causavam má impressão, pois eles até dormiam na frente das lojas e os consumidores não gostam disso. Se a prefeitura não tomasse uma decisão o calçadão iria ficar igual à [rua]25 de março em São Paulo, isto é, sem controle”.

Segundo o secretário municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Alberto Engelbrecht, a Prefeitura manteve o tempo todo o diálogo com os comerciantes informais, explicando que era necessário cumprir o pedido de retirada. Ele relata também que os comerciantes compreenderam o pedido e se retiraram tranquilamente.

Marlene Aparecida Martins, vendedora de cartões telefônicos, conta que "simplesmente o fiscal da prefeitura chegou e mandou eu fechar a cabine, onde eu vendia cartão. Eu perguntei como iria trabalhar e ele falou que eu não podia ficar mais em lugar fixo. Eu poderia pendurar um tabuleiro no pescoço e sair vendendo os cartões”.

Marlene alerta que a situação não está resolvida, pois ninguém da prefeitura falou como ficará o caso dela. Por enquanto Marlene está sem Trabalhar.

Segundo a Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano, os ambulantes não podem ter um lugar fixo no calçadão. Eles devem procurar uma unidade do SIM (Serviços Integrados do Município) e levar os documentos pessoais e protocolar um alvará solicitando autorização para que possam ficar circulando pelo calçadão.

Devido ao recadastro que a prefeitura está aplicando nos boxes da Praça do Comércio, outra solução é o vendedor ambulante verificar se há box a disposição na Praça, situada na rua Germiniano Costa, Centro, e vender seus produtos sem precisar ficar circulando.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/