mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Aluno da rede pública de S.Carlos pode ser Embaixador Mirim do Brasil

Por: ANA LÍVIA SCHIAVONE

16/10/2007

A sexta edição do Programa Jovens Embaixadores conta agora com a participação de um aluno de São Carlos. Matheus Lucas Hebling, que estuda na EE Professor Arlindo Bittencourt, está concorrendo a uma vaga no programa. O aluno já passou por diversas etapas, agora espera pelo resultado da última prova que sai dia 19 de outubro. Nunca nenhum aluno da rede pública de São Carlos participou de um projeto desse vulto.

Uma parceria feita entre a Secretaria de Estado da Educação com a Embaixada dos Estados Unidos e o Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação), selecionou estudantes do Brasil inteiro. Todos são alunos do ensino médio da rede estadual e tiveram de preencher os pré-requisitos exigidos pelo programa: ter entre 15 e 18 anos (até a data da viagem ao Estados Unidos), jamais ter viajado para o exterior; ter boa fluência oral e escrita em inglês, pertencer ao ensino médio na rede pública, fazer parte da camada sócio-econômica menos favorecida, ter bom desempenho escolar, ter iniciativa e boa desenvoltura oral, possuir perfil de liderança, ser flexível e ter facilidade para adaptar-se a situações e culturas diferentes, possuir boa relação em casa, na escola e na comunidade e estar engajado em atividades de responsabilidade social, voluntariado.

Com todos os requisitos, o aluno sancarlense participou da seleção. Segundo Matheus, em junho um professor de inglês da escola explicou como funcionava o programa e o incentivou a se inscrever. “Interessei-me porque quero ser diplomata”.

Dentre os requisitos, o aluno precisaria fazer trabalho voluntário. Matheus explicou que já pensava nisso e como fazia parte dos requisitos foi mais um incentivo para começar. “Depois de me inscrever e de preencher uma ficha toda em inglês, entreguei tudo para o professor com os documentos necessários. Passei pela pré-seleção e em agosto fiz uma prova”.

Matheus foi aprovado e convocado para uma entrevista. “Uma moça visitou minha casa para uma vistoria e conversou com a minha mãe para saber sobre nossa relação e a minha rotina de segunda a segunda; e mais uma vez fui aprovado”, contempla o aluno.

Todos os documentos do participante foram para São Paulo e lá escolherão o candidato para representar o estado na etapa nacional do programa. Dia 19 de outubro sai o resultado. Os alunos que passarem na última etapa participarão do intercâmbio e ficarão do dia 13 ao dia 27 de janeiro de 2008 nos Estados Unidos, sendo cinco dias em Washington visitando os principais monumentos, órgãos do governo, escolas e representações da comunidade e mais nove dias em outro estado norte-americano, vivenciando o dia-a-dia de uma família norte-americana e freqüentando aulas em uma "high school", escola de ensino médio nos Estados Unidos, onde farão apresentações sobre o Brasil.

Matheus afirma que se passar quer trazer um pouco da cultura dos Estados Unidos para o Brasil, já que o intuito do programa é fazer uma troca. "Eu levo um pouco da nossa cultura e trago um pouco da cultura deles”, porém ainda não faz projetos futuros pois espera o resultado.

Maria Cristina Romão, diretora da EE Professor Arlindo Bittencourt, disse que está ansiosa pelo resultado, assim como os professores e funcionários da escola. “A rede pública pode sim, ter um bom aluno. O Matheus tem potencial e os professores também, todos tiveram predisposição para fazer a inscrição e provar tudo que era necessário. Já é um grande incentivo para os outros alunos”, diz a diretora, que completa: “Matheus vai acender uma chama na escola e espero que dê tudo certo, precisamos acreditar, pois só acreditando é que as coisas acontecem”.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/