202009191333

mostrar mensagem ]

AVISO DE PRIVACIDADE

A proteção dos seus dados pessoais é importante para nós. Adotamos as melhores técnicas para deixar esse site seguro. Estamos atualizando nossa política de privacidade e termos de uso do site. Em breve, ela estará aqui para você saber o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Empresas de Monte Alto obedecem cota para deficientes

Por: DANIELLI MARIA COSTA

16/10/2007

Existe uma lei que garante ao deficiente físico, mental ou visual o direito ao trabalho, estabelecendo cotas nas empresas com mais de 100 funcionários. Na cidade de Monte Alto, vinte alunos da APAE já estão inseridos no mercado de trabalho, contratados por lojas, indústrias e supermercados.

A Lei 8.213, de 1991, prevê cotas para portadores de deficiência no mercado de trabalho. Pela lei, as empresas que têm de 100 a 200 funcionários devem reservar, obrigatoriamente, 2% de suas vagas para pessoas com deficiência, que pode ser visual, física ou mental. Para as empresas que têm de 201 a 500 funcionários, a cota reservada aos portadores de deficiência é de 3% e, para as que têm de 501 a mil empregados, de 4%.

Segundo a terapeuta ocupacional Milena Verardino Bellodi e a assistente social Rosângela Lopes Couto, que atuam na APAE de Monte Alto, vinte de seus alunos estão incluídos no mercado de trabalho, em lojas, indústrias e supermercados.

Milena e Rosângela disseram que para incluir um deficiente no mercado de trabalho é necessária uma preparação da equipe técnica. Não só o deficiente precisa de uma preparação, mas o empregador e os colegas de trabalho também.

Segundo as profissionais da APAE, desde quando o Ministério do Trabalho começou a fiscalizar mais intensivamente, as empresas de Monte Alto estão seguindo à risca a lei que obriga a inserção dos deficientes. Empresas que não respeitam a lei da inclusão dos deficientes estão sujeitas a multas diárias.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/