Ageuniara

Rodoviária de S. Carlos passa por reforma e vira novo cartão postal

Por: JULIANA REGINA MILÃO

26/10/2007

Reconhecida como a Capital da Tecnologia, abrigando duas das mais conceituadas universidades do País (Universidade Federal de São Carlos — UFSCar e Universidade de São Paulo — USP), São Carlos está realizando a segunda etapa das obras de reforma do Terminal Rodoviário "Paulo Egídio Martins".

Durante o ano de 2006, a rodoviária registrou cerca de 500 mil embarques de São Carlos para outras cidades do país. Em época de feriado, o índice cresce para um patamar de 2,5 mil a 4 mil passageiros. No carnaval deste ano, por exemplo, foram registrados 3 mil embarques, representando um crescimento de 3% em comparação ao ano anterior. Os destinos mais procurados foram Rio de Janeiro, São Paulo Campinas, Belo Horizonte, Santos, Praia Grande e Poços de Caldas.

O vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia, Emerson Leal comenta que “uma rodoviária moderna e bonita representa um cartão de visitas, auxiliando na atração de novas empresas e no aumento de novos negócios”. Ressalta que maioria dos universitários é de outros municípios, sendo fundamental uma melhor infra-estrutura e mais qualidade de vida para esse público que geralmente fica na cidade somente durante a semana e utiliza constantemente o terminal rodoviário.

Dividida em duas etapas, a primeira reforma foi feita para melhorar a estrutura para os passageiros portadores de necessidades especiais. Foi construído um túnel, elevador, banheiros adaptados e piso tátil. Esta fase da reforma custou R$ 600 mil, em uma parceria entre a Prefeitura os e o governo do Estado de São Paulo, com recursos provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A segunda etapa foi iniciada no dia 1º de março deste ano, processo licitatório vencido pela Socicam Administradora, Projetos e Representações Ltda., que investirá cerca de R$ 900 mil, pagando uma outorga de R$ 301 mil à Prefeitura de São Carlos. O contrato concede a administração do terminal pelo prazo de dez anos e prevê um repasse ao município de 2% ao mês pela arrecadação da tarifa de embarque.

Além de São Carlos, a empresa paulistana administra os terminais de Angra dos Reis, Aracaju, Fortaleza, Guarujá, Mogi das Cruzes, Niterói, Poços de Caldas, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, São João da Boa Vista, São José dos Campos e São Paulo. A conclusão do projeto está prevista para o início de novembro, data que São Carlos comemora seu sesquicentenário.

Natalia Mattioli, estudante do 4º ano de pedagogia da UFSCAR, utiliza a rodoviária todos os finais de semana. “Está um pouco difícil a circulação por conta da reforma mas sei que é uma obra que vai beneficiar bastante pessoas como eu, que necessitam dos serviços frequentemente. Uma cidade como São Carlos merece um terminal mais bonito e confortável”, reclama a estudante.

Esta fase da reforma prevê remodelação das bilheterias, caixas eletrônicos, áreas de espera, praça de alimentação, áreas comerciais, telefones públicos e sistema de som. Alguns setores serão ampliados, como o Posto de Informações Turísticas (PIT), Setor de Achados e Perdidos, área administrativa e o espaço de convivência dos taxistas. Serão construídos novos dispositivos, como um Posto de Atendimento para Primeiros-Socorros, uma área para Coleta Seletiva de Lixo e, possivelmente, um estacionamento para bicicletas. A Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Vias Públicas já instalou duas placas de área de "Embarque e Desembarque", para facilitar o trabalho dos motoristas de táxi, já que motoristas de veículos comuns ficavam parados nesta área restrita.

O piso das áreas de circulação dos usuários será modificado. O o antigo paviflex será substituído por granilite branco. As bilheterias serão em estrutura metálica, aumentando de 12 para 16 guichês de atendimento. A área de espera será protegida por vidros transparentes compondo cerca de 60 assentos, de onde o passageiro terá uma visão total da área de embarque e desembarque dos ônibus. Na área próxima ao túnel está prevista a construção de uma praça de alimentação. "Esta busca pela excelência, qualidade e conforto destacará nossa cidade dentro do eixo regional", conclui Leal.

Compreendendo uma área de 13 mil metros quadrados, sendo 5 mil metros quadrados de área construída, o terminal rodoviário de São Carlos funciona durante 24 horas por dia e atende alguns estados brasileiros e várias cidades do Interior de São Paulo.

São 15 empresas rodoviárias, 16 bilheterias e 34 linhas de ônibus, que demandam 143 cidades. Para atender essa demanda existem 12 plataformas de embarque e desembarque. Em dias de maior movimento, de acordo com a necessidade, as plataformas podem ser reversíveis. Os ônibus também contam com um estacionamento de espera, com capacidade para três veículos.

Saiba mais...

O Terminal Rodoviário Paulo Egídio Martins, mais conhecido como Terminal Rodoviário de São Carlos, ou Rodoviária de São Carlos funciona como terminal de passageiros e cargas.

Foi inaugurado em 12 de outubro de 1982. Situa-se na rua Jacinto Favoretto, 777, no bairro Macarengo, zona norte da cidade. O acesso pode ser feito por ônibus, taxis e autos.

Este terminal foi construído para substituir a antiga rodoviária, que ficava ao lado da estação ferroviária, já desativada.

A primeira rodoviária de São Carlos foi construída nos anos 20 ao lado da Estação de São Carlos (local ainda existe hoje), a partir de meados dos anos 50 com a chegada da rodovia que liga a cidade a São Paulo, por ser um local sem condições de receber mais que dois ônibus, seu movimento foi distribuído para mais dois locais, o prédio da Viação Cometa (hoje café) na avenida São Carlos esquina com a rua Sete de Setembro, e o prédio da Empresa Cruz (hoje loja) na avenida São Carlos esquina com rua Marechal Deodoro da Fonseca, e assim permaneceu até a inauguração da nova rodoviária em 1982 para onde tudo foi transferido.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/