Ageuniara

São Carlos excede prazo em programa de alfabetização

Por: MILENE SIMOES BONI

02/07/2007

Vence neste mês o protocolo de intenções assinado em 2003 entre o prefeito da cidade de São Carlos, Newton Lima, e o ex-Ministro da Educação, Cristovam Buarque, que tinha o propósito de acabar com o analfabetismo na cidade. A prefeitura da cidade desenvolveu um projeto em parceria com a Universidade Federal de São Carlos, unindo o programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), já existente na cidade, ao projeto Brasil Alfabetizado, que tinha como meta erradicar o analfabetismo no Brasil no prazo de quatro anos.

Foram criadas 47 salas para atender jovens e adultos, com 14 anos ou mais, no programa MOVA- São Carlos (Movimento de Alfabetização). Segundo Joice Zainun, responsável pelo programa de alfabetização na cidade de São Carlos, desde 2003 foram alfabetizados em média 3350 pessoas no programa MOVA, e cerca de 1100 pessoas por ano voltam a freqüentar as salas de aula pelo programa EJA, entre a primeira e oitava série do ensino fundamental.

O município de São Carlos possuía em 2002, segundo o censo do IBGE, 24 mil pessoas acima de 14 anos de idade, com menos de quatro anos de escolaridade, das quais 8.267 eram analfabetas. Esses dados preocupavam a prefeitura, por criarem um paradoxo na cidade que é considerada a capital da tecnologia.

Embora o prazo firmado pelo ex-Ministro da Educação não tenha sido cumprido, é possível considerar que o índice de analfabetismo na cidade é menor do que há quatro anos e a expectativa é que os programas de educação e alfabetização continuem crescendo. “Apesar dos investimentos, ainda existem pessoas analfabetas na cidade, ainda não temos um número oficial, só teremos essa informação no próximo censo”, explica Joice Zainun.

A aluna de graduação da UFSCar Aline de Souza, envolvida no Brasil Alfabetizado, afirma que é gratificante ver o empenho dos alunos que freqüentam as salas de aula. “Muito mais do que alfabetizar, nós, educadores, somos capazes de dar a essas pessoas uma nova expectativa de vida e a alegria de um sonho realizado”, completa.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/