mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Reprodução em cativeiro de espécies silvestres ganha força em São Carlos

Por: ANA LÍVIA SCHIAVONE

08/04/2007

No dia 22 de março , nasceram dois micos-leões-dourados reproduzidos em cativeiro, no parque ecológico de São Carlos. A experiência sinaliza o domínio, por parte dos biólogos do parque, de técnicas mais eficazes para assegurar a reprodução de espécies silvestres em cativeiro.

Ariane Maria Leoni, bióloga do parque, esclarece que “o Parque Ecológico de São Carlos (PESC) procura criar condições adequadas para a reprodução em cativeiro. Por isso tem conseguido a reprodução de muitas espécies, como a do mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia)”.

Para o sucesso da reprodução, “os casais são escolhidos, respeitando a idade reprodutiva de cada animal, sendo que a fêmea atinge a maturidade por volta de um ano e meio e o macho aos dois anos, aproximadamente.

Recebem ração específica para primatas, além de complemento alimentar através de uma rica diversidade de frutas e legumes. Os recintos são construidos de acordo com a biologia do animal, incluindo poleiros, espaço com luminosidade, área coberta para chuva, vegetação e caixa aquecida para abrigo em dias frios, onde passam a noite”, explica a bióloga.

Estima-se que, no país, existem apenas 22 micos-leões-dourados vivendo hoje em cativeiro, dos quais quatro em São Carlos. A mãe dos filhotes nasceu no parque. A população do animal foi drasticamente reduzida na natureza pelo tráfico, caça e desmatamento. Por isso, o nascimento foi muito comemorado e até anunciado pelo prefeito da cidade, prof. Newton Lima. “Estamos no ano dos 150 anos, por isso esse nascimento se torna ainda mais importante, pois tudo o que pudermos fazer para elevar ainda mais o nome de São Carlos devemos fazer”, comentou o prefeito em entrevista concedida a uma emissora de TV local.

São poucos os zoológicos no Brasil que possuem a espécie e normalmente não conseguem sucesso reprodutivo. O acasalamento ocorre entre setembro e março. Após um período de gestação de aproximadamente 4 meses e meio, nascem entre 1 a 3 filhotes. O sucesso reprodutivo de um animal silvestre em cativeiro está relacionado com a formação e pareamento de casais, alimentação balanceada, recintos adequados e idade reprodutiva do casal.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/